26 de janeiro de 2013

Tecnologia em sala de aula






Crédito Imagem - noticias.universia.com.br





Dicas para correta utilização da tecnologia em sala de aula



Trago para os leitores do meu blog excelente artigo sobre a correta utilização da tecnologia em sala de aula, publicado no site do ProfessorNews que recebi por e-mail.


O professor é insubstituível, mas o uso da tecnologia em sala de aula é inevitável


"A tecnologia tem um papel importante no desenvolvimento de habilidades para atuar no mundo de hoje", afirma Marcia Padilha Lotito, coordenadora da área de inovação educativa da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).


O uso da tecnologia está presente em todas as áreas de nossas vidas. Não seria surpresa sua utilização também em sala de aula. No entanto, a relação dos recursos tecnológicos com a educação é relativamente nova; por isso, podem surgir medos, dúvidas e anseios quanto a essa utilização. Alguns temem não saber utilizar bem os aparelhos ou aplicativos.


Obviamente, a presença do professor será eternamente insubstituível, mas toda a contribuição para que esse papel torne-se cada vez mais eficaz será sempre bem-vinda. Então, vejamos algumas dicas que podem auxiliar no bom uso das tecnologias pelo professor:


 - Apoie-se em experiências bem sucedidas de colegas com ferramentas tecnológicas; solidariedade profissional também é ética.


 - Investigue ferramentas com potencial de utilização.

 - No planejamento de suas aulas, selecione quais conteúdos podem ser complementados ou adaptados com o uso de tecnologia.


 - Esteja em dia com a tecnologia; familiarize-se com a internet e o computador.


 - Previna-se; certifique-se que você sabe utilizar os recursos selecionados antes de usá-lo em sala de aula.


 - Existem tutorias que explicam a utilização do funcionamento de programas e aplicativos, que podem ser encontrados facilmente na internet.


- Auxilie seu aluno quanto à seleção de conteúdos disponíveis na internet.


 - Verifique a autenticidade e a seriedade dos conteúdos digitais levados para suas turmas.


 - Torne-se parceiro do seu aluno; em caso de dúvida, vale recorrer aos seus conhecimentos, pois isso não é sinal de fraqueza e aumenta a afinidade do professor com a classe.



Referências:


MORAM, José Manuel; M.T.; BEHRENS, M.A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas: Papirus, 2000.


http://www.eca.usp.br/moran/contrib.htm

http://www.professornews.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=3266

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos seu comentário. Críticas serão sempre aceitas, desde que observado os padrões da ética e o correto uso da nossa língua portuguesa.