31 de julho de 2011

CONCURSO - IBGE VAGAS TEMPORÁRIAS

 

Google Images

IBGE abre 4.250 vagas temporárias para agente de pesquisa em todo o país

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) publicou, no Diário Oficial da União desta sexta (29), edital de processo seletivo para contratação temporária de 4.250 agentes de pesquisa e mapeamento em todo o país. Haverá reserva de 235 vagas para candidatos deficientes.

Os agentes serão contratados por, no máximo, dois anos e serão responsáveis por visitar domicílios e estabelecimentos para a coleta de dados de pesquisas de natureza estatística, entre outras atribuições listadas no item 1.2 do edital.
Para participar do processo seletivo é preciso ter o nível médio completo.

Os contratados receberão salário de R$ 850, além de auxílio-alimentação, auxílio-transporte, férias e 13º salário. A jornada de trabalho é 40 horas semanais, sendo oito horas diárias.

Inscrição

Os interessados devem se inscrever, entre 0h do dia 29 de agosto e 23h59 do dia 19 de setembro, no site da Consulplan
, organizadora da seleção. O valor da taxa é de R$ 20.

Prova

O processo seletivo será composto por prova objetiva contendo 60 questões de língua portuguesa (15), geografia (15), raciocínio lógico (10), conhecimentos gerais (10) e noções de informática (10). O exame será aplicado no 30 de outubro às 13h.

As informações foram fornecidas pela Consulplan. É recomendável confirmar datas e horários para se prevenir de alterações posteriores à publicação deste texto.

FONTE:

PRISÕES - VEJAM O SISTEMA CARCERÁRIO JAPONÊS



Um exemplo.

Mas será que no Brasil os defensores dos direitos humanos deixariam existir prisões iguais as que são adotadas no Japão?

Eu duvido. E você caro leitor, o que acha?

Veja no vídeo cujo link segue abaixo:


SERÁ QUE SOMOS REALMENTE IGUAIS PERANTE A LEI BRASILEIRA?


GOOGLE IMAGES


Isso foi exibido em todos os telejornais noturnos na quinta feira.

Deixamos aos nossos leitores uma indagação:

SOMOS, NO BRASIL, IGUAIS PERANTE A LEI?


CASO 1:


Paulo, 28 anos, casado com Sônia, grávida de 4 meses, desempregado há dois meses, sem ter o que comer em casa foi ao rio Piratuaba-SP a 5km de sua casa pescar para ter uma 'misturinha' com o arroz e feijão, pegou 900gr de lambari, e sem saber que era proibido a pesca, foi detido por dois dias, levou umas porradas. Um amigo pagou a fiança de R$ 280,00 para liberá-lo e terá que pagar ainda uma multa ao IBAMA de R$ 724,00.

A sua mulher Sônia grávida de 4 meses, sem saber o que aconteceu com o
marido que supostamente sumiu, ficou nervosa e passou mal, foi para o hospital e teve aborto espontâneo.Ao sair da detenção, Ailton recebe a noticia de que sua esposa estava no hospital e perdeu seu filho, pelos míseros peixes que ficaram apodrecendo no lixo da delegacia ou comido pelos policiais.


Quem poderá devolver o filho de Sônia e Paulo?

CASO 2:


Henri Philippe Reichstul, de origem estrangeira, Presidente da PETROBRAS.


Responsável pelo derramamento de 1 milhão e 300 mil litros de óleo na Baía da Guanabara. Matando milhares de peixes e pássaros marinhos.

Responsável, também, pelo derramamento de cerca de 4 milhões de litros de óleo no Rio Iguaçu, destruindo a flora e fauna e comprometendo o abastecimento de água em várias cidades da região.


Crime contra a natureza, inafiançável.


Encontra-se em liberdade. Pode ser visto jantando nos melhores restaurantes do Rio e de Brasília.

Esta é uma campanha em favor da VERGONHA NA CARA.
 
Crédito:
 
Recebi por e-mail da leitora Marilena, Guarujá,SP.

Pobre mídia brasileira

Google Images



A mídia brasileira pouco destaque deu aos Jogos Mundiais Militares que foram recentemente realizados no Rio de Janeiro.

Em razão disso, poucos foram os brasileiros que tiveram a oportunidade de assistir uma das belas execução do Hino Nacional brasileiro.

O arranjo, de Wagner Tiso, teve a participação de seis pianos com Antonio Adolfo, Wagner Tiso, Arthur Moreira Lima, João Carlos de Assis Brasil, Nelson Ayres e Amilton Godoy.

Não deixem de assistir:

TV - SAIBA O TAMANHO IDEAL PARA A SUA SALA.


Google Images


Muita gente sonha com aquela telona gigante na sala, achando que esta é a melhor maneira de transformar o ambiente em um verdadeiro cinema. Mas, na real, as coisas não funcionam dessa forma. TVs muito grandes ou muito pequenas, desproporcionais ao tamanho do ambiente, podem incomodar a visão do telespectador.

Para que você não jogue dinheiro fora comprando uma telona sem necessidade, ou não fique decepcionado com a telinha abaixo do esperado, é só fazer um cálculo bem fácil.

Acesse o site abaixo e faça o cálculo: é simples:

http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/noticias/como_descobrir_o_tamanho_ideal_de_tv_para_a_sua_sala

30 de julho de 2011

Cidadania - Um belo exemplo.

Vejam como é possível dar um belo exemplo de cidadania. O agricultor além de fazer o que o governo deveria ter feito com os impostos que ele paga, promove a conscientização da população.


Ponte  Particular






O  agricultor Darsílio Schwanz, 53 anos, construiu  uma ponte na comunidade de São Sebastião, em    Santa Maria de Jetibá (ES), depois de ficar    isolado com a precariedade de uma ponte antiga   feita de madeira, que impedia a passagem de   carros e caminhões. A obra ficou pronta em  junho, mas o que chamou a atenção da população     local foi a recente placa que ele colocou ao    lado da construção:      

                    
 "Ponte     parrticular. Proibido passagem de veículos da    prefeitura e políticos."

Crédito:

Recebemos por e-mail de nossa leitora Maria Elisa, Campinas, SP.

29 de julho de 2011

BRASILEIRO SE ALIMENTA MAL


GOOGLE IMAGES

Um estudo intitulado "Análise do Consumo Alimentar Pessoal no Brasil" feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) revelou que cerca de 90% dos brasileiros têm uma dieta pouco nutritiva e muito calórica, consumindo poucas frutas, verduras e legumes.

Segundo o estudo, o café é o produto mais consumido diariamente entre os brasileiros (215,1 gramas), seguido do feijão (182,9 gramas), arroz (160,3 gramas), sucos (145 gramas), refrigerantes (97,4 gramas) e carne bovina (63,2 gramas).

Ao contrário do que é recomendado, menos de 10% dos brasileiros segue uma dieta que inclui o consumo de 400 gramas diárias de frutas, legumes e verduras.

Ainda de acordo com o estudo, o consumo de grandes quantidades de alimentos calóricos, como biscoitos recheados, salsichas, sanduíches, entre outros, é comum entre os brasileiros, principalmente entre os adolescentes.

Menos arroz com feijão Outro ponto levantado pelo estudo é em relação à qualidade nutritiva da alimentação, com a população rural se alimentando melhor do que a urbana. O poder aquisitivo também parece influenciar na alimentação dos brasileiros. O estudo mostrou que o arroz com feijão, mistura tipicamente brasileira, têm sido menos frequentes na dieta dos mais ricos, que tendem a consumir menos itens que compõem uma dieta saudável e a consumir mais produtos calóricos e industrializados.

Enquanto a população mais rica vêm consumindo alimentos pouco nutritivos, como refrigerantes, doces, pizzas e salgados, a população mais pobre tem uma dieta baseada em feijão e milho, destacou o estudo.
Consumo de sal em excesso Um dos responsáveis pelo estudo, o pesquisador do IBGE André Martins, explicou que "como as pessoas de menor poder aquisitivo não têm capacidade para comprar tanto, têm uma alimentação mais básica. E essa alimentação mais básica tem melhor qualidade nutricional".

O estudo mostrou ainda que 82% dos brasileiros consomem mais gorduras saturadas do que o recomendado, assim como cerca de 60% ingerem uma quantidade de açúcar superior à sugerida pelo Ministério da Saúde. O consumo de sal acima do recomendado também é um hábito da grande maioria dos brasileiros.

Fonte:
http://www.jusbrasil.com.br/politica/7395667/ibge-mostra-que-brasileiro-se-alimenta-mal

LIPOASPIRAÇÃO - UM CRÔNICA DE HEBERT VIANNA




Recebi por e-mail da minha leitora Silvana Chaviosa, Presidente Prudente - SP.

Será que um dia os privilégios serão banidos do nosso país?


Google images - meramente ilustrativa



Em férias, juízes tiveram escolta policial para passear de moto
 
Um grupo de magistrados motociclistas de São Paulo em férias percorreu parte dos 1.000 km até Brasília com uma escolta policial. Os oito juízes levaram dois dias até a capital federal para participar do primeiro encontro do grupo "Amigos do Motociclismo Brasileiro da Associação dos Magistrados Brasileiros".

As informações são da Folha de S. Paulo, em sua edição de hoje (29), em matéria assinada pelo jornalista Afonso Benites.

Os magistrados foram acompanhados por policiais militares rodoviários até Minas. A partir dali, policiais rodoviários federais fizeram a escolta. "Grande parte do caminho fomos sozinhos, pois os policiais foram atender um acidente", disse o juiz Flávio Fenoglio, diretor da AMB.

A escolta, divulgada ontem pelo blog de Frederico Vasconcelos, da Folha, foi criticada. "É mais uma desmoralização do Judiciário, que vive de benesses", afirmou o historiador Marco Antonio Villa, da Universidade Federal de São Carlos.

O magistrado Luís Fernando Vidal, da Associação dos Juízes para a Democracia, também criticou: "Revela um ranço patrimonialista de quem é da elite e acha que pode tudo", disse o juiz Luis Fernando Vidal.

Fenoglio, diretor da AMB, diz que "cumpri a lei ao informar a polícia de que um grupo de motociclistas estaria nas rodovias".

Conforme a PM, tratou-se de acompanhamento, realizado para evitar impacto no trânsito e que pode ser
solicitado por qualquer pessoa, e não escolta, relativa "a importância de determinada pessoa" ou "interesse de segurança pública".

Dois membros de motoclubes disseram à Folha de SP que nunca conseguiram o acompanhamento policial

Fonte:

MORREU DENTRO DE UMA CHAMINÉ

Encontrado na chaminé de lareira esqueleto de homem que desapareceu em 1984  



KATC.COM-reprodução
Schexnider quando servia ao Exército dos EUA
Uma sumária justificação civil realizada numa repartição judicial da cidade de Abbeville, no Estado da Louisiana (EUA), concluiu que "são de Joseph Schexnider os restos mortais periciados do esqueleto recolhido na demolição de um prédio comercial". O homem estava desaparecido havia 27 anos.

O esqueleto foi encontrado com luvas, isqueiro, relógio e carteira de identidade, quando operários faziam a demolição de partes do prédio do Bank of Abeville and Trust Company, para uma reforma.

A família comunicara em janeiro de 1984 que ele, na época, estava desaparecido havia uma semana. Schexnider teria 49 anos hoje.

Há 27 anos ele deveria comparecer à delegacia local para responder sobre uma acusação de furto de veículo. Como não apareceu, a polícia foi até a casa de sua família para detê-lo. Familiares então informaram que ele estava sumido.

De acordo com a mãe de Schexnider, ela não formalizou o desaparecimento do filho, então, porque a polícia continuava em busca dele. Além disso, segundo a mãe, o filho, que tinha 22 anos à época, tinha um histórico de desaparecimentos de tempos em tempos.

Numa das vezes - disse a mãe em depoimento judicial - o filho entrou para um circo e viajou por meses até que a companhia deixou o país.

A polícia concluiu que Schexnider aparentemente entrou na chaminé da lareira da agência bancária, pelo topo. Embora a causa exata da morte não possa ser determinada, os peritos acreditam que ele tenha morrido de desidratação e desnutrição.

Nos anos 80, o banco fechara a chaminé, embaixo - e, recentemente quando a agência entrou em reforma, os restos mortais foram encontrados. Os operários levaram um susto e a polícia foi chamada.

A polícia acredita que aparentemente não se tratava de uma tentativa de furto ou grande roubo, já que o homem não portava nenhuma bolsa.

Veja as imagens em noticiário da emissora de tevê
(ao iniciar há um rápido comercial)

"Man Found Inside Chimney Identified After 27 Years"


Fonte:
Publicado no www.espacovital.com.br

A sociedade começa a acordar aos poucos

Google Images

A notícia divulgada sobre o título "Um juiz não é diferente dos demais trabalhadores", é um sinal claro de que a sociedade brasileira começa a acordar e lutar contra privilégios que ainda são concedidos aos juízes.

Vejam a matéria que originalmente foi publicada no jornal O Globo.


A pressão sobre o Judiciário para reduzir os privilégios é sinal de que a sociedade não aceita mais a mentalidade, dos tempos do período colonial, de que o magistrado pertence a uma “casta” diferenciada. Essa é a avaliação do professor de História do Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV) de São Paulo José Reinaldo de Lima Lopes.
"Acho que está em curso uma mudança de perspectiva e de visão social do papel do Judiciário. Está cada vez mais forte a mentalidade de que o juiz é um prestador de serviço como outro funcionário" - diz Lopes.

Ele lembra que "as resistências são grandes, porque a associação da magistratura a um status social privilegiado vem desde o período do Império. Na época, chegava à magistratura somente a elite intelectual. Um juiz era indicado para o cargo pelo imperador ou ministro da Justiça. Aos poucos isso foi mudando, hoje temos concurso público para ingresso na carreira, mas ainda há muito o que mudar" - analisa o professor.

A matéria está sendo publicada na edição de hoje (29) do jornal O Globo. A matéria é assinada pela jornalista Silvia Amorim.

Para a orientadora científica do Centro Brasileiro de Estudos e Pesquisas Judiciais e professora do Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo (USP), Maria Tereza Sadek, o fim de férias de 60 dias para juízes teria um efeito mais simbólico do que prático para o aumento da produtividade.

Estudiosa do sistema, Tereza defende a redução do benefício: "Pela lógica, se você passa a trabalhar 30 dias a mais, a sua produção seria maior. Mas, na prática, não dá para dizer isso porque não se sabe se a produção nesse mês a mais seria equivalente à de um mês regular. Mas, com certeza, essa mudança teria um significado simbólico importante, que é expressar que um juiz ou desembargador não é diferente dos demais trabalhadores. Ele é um servidor público" - afirma.

Para ela, medidas isoladas tendem ao fracasso quando o assunto é a melhoria do serviço da Justiça.

"A questão do Judiciário é tão séria e grave que somente um conjunto de mudanças poderão levar a resultados. As ações mais emergenciais são a informatização completa do Judiciário e o estabelecimento de metas objetivas e adequadas para cada uma das áreas da Justiça. As metas instituídas até hoje não foram cumpridas" - opina.

Na França, juiz não é sinônimo de status social

Mas não é em todo lugar do mundo que juiz tem tratamento diferenciado e é sinônimo de status social.

"Na França, quem escolhe a carreira de juiz sabe que vai viver confortavelmente, mas pertencerá sempre à classe média. A carreira não é meio para ascensão à elite. Já no Brasil, ser da magistratura significa ascender socialmente. Lá, juiz não tem a condição material que o Brasil coloca à disposição de um juiz, como gabinete com funcionários exclusivos" - diz o sociólogo e professor da FGV Direito-Rio, Fernando Fontainha, que fez doutorado na França sobre as diferenças entre o recrutamento da magistratura no país e no Brasil.

O professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Luiz Werneck Vianna, autor do livro “Corpo e Alma da Magistratura Brasileira”, pensa que esses benefícios são condizentes. "Isso é coisa de classe média ressentida. É uma profissão estressante" - diz.

Fonte:

PROUNI - ÚLTIMA CHAMADA 2011


IMAGEM EXTRAÍDA DO SITE DO PROUNI

MEC divulga última chamada do Prouni; matrícula vai até o dia 3 de agosto

     
O MEC (Ministério da Educação) divulgou nesta quinta-feira (28) a lista com a terceira chamada para o Prouni (Programa Universidade para Todos) do segundo semestre. Veja se você está na lista no site do Prouni. O período de matrícula, com comprovação de informações nas instituições de ensino, vai de hoje até o dia 3 de agosto.

Esta chamada, que é a última antes da lista de espera, estava prevista para ser divulgada na segunda-feira, mas o MEC a adiou a pedido das universidades. Serão ofertadas bolsas de 25%, 50% e 100% em instituições particulares de ensino superior.

Terceira chamada - Novo calendário
Resultado - Candidatos pré-selecionados 28 de julho
Comprovação de informações e processo seletivo próprio 28 a 3 de agosto

LISTA DE ESPERA

Datas
Manifestação de interesse no site do Prouni 8 a 10 de agosto
Resultado 15 de agosto
Comprovação de informações e processo seletivo próprio 15 a 19 de agosto

  O que é preciso para se candidatar

Para se candidatar, é preciso ter tirado no mínimo 400 pontos na média das cinco notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2010 e não ter zerado a redação. As inscrições serão feitas pelo SITE DO PROGRAMA (VEJA LINK NO RODAPÉ DESTE POST). O candidato não pode ter feito nenhum outro curso superior.
Além disso, o aluno precisa cumprir pelo menos um dos seguintes critérios:
  • Ter feito todo o ensino médio na rede pública;
  • Ter cursado em instituição particular, mas como bolsista integral;
  • Ter feito parte do ensino médio na rede pública e parte na particular com bolsa integral;
  • Seja portador de deficiência;
  • Seja professor efetivo da rede pública de ensino e integrando quadro permanente de pessoal (que só poderão usar a bolsa para cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia).

Como são as bolsas

As bolsas integrais podem ser concedidas a quem tenha renda familiar mensal menor que um salário mínimo e meio. As parciais (25% e 50%) são destinadas àqueles que não tenham renda maior que três salários mínimos.

NOTAS:

FONTE:

28 de julho de 2011

Indenização por dano moral: valor insignificante

Google Images - meramente ilustrativa


O site Espaço Vital traz uma notícia a respeito de uma consumidora que recebeu uma indenização por ter encontrado um preservativo masculino (camisinha) dentro de uma lata de extrato de tomate.

A consumidora receberá uma indenização de pouco pais que 11 mil reais.

Para uma indústria do porte da que foi condenada -vide notícia no link abaixo - o valor estabelecido é insignificante, não gerando qualquer efeito no sentido de que ela venha adotar qualquer medida para que o fato não se repita. Certamente mais valerá a pena pagar uma multa de pequena monta de vez em quando, do quem investir em qualidade!!!
Os nossos juízes e Tribunais têm balizado suas decisões nestes casos usando o princípio da proporcionalidade, já  qua a nossa legislação não oferece qualquer parâmetro para o seu arbitramento. Dessa forma, procura-se adequar  o valor entre meio e fim; necessidade-exigibilidade da medida e razoabilidade (justeza).

Por outro lado, entendemos que a adoção desse critério faz, em muitos casos, que o valor indenizatório seja irrisório e deixe, por isso, de produzir o efeito pedagógico ou reparatório.

Convidamos os nossos leitores a ler a notícia completa publicada no link abaixo:


Fonte:

Teste japonês: veja como você é

Google Images - meramente ilustrativo


Veja como você é por meio de um teste japonês: clique no link abaixo:
http://www.ociocriativo.com.br/trivias/pub/teste1.htm>http://www.ociocriativo.com.br/trivias/pub/teste1.htm

Crédito:

Recebemos por e-mail do nosso leitor e amigo Wladimir Polimeno, Mogi das Cruzes, SP.

Vocabulário feminino.



Google Images - meramente ilustrativa



Texto de Leila Ferreira

Se eu tivesse que escolher uma palavra - apenas uma - para ser item  obrigatório no vocabulário da mulher de hoje, essa palavra seria um verbo de quatro sílabas: descomplicar. Depois de infinitas (e imensas) conquistas, acho que está passando da hora de aprendermos a viver com mais leveza: exigir menos dos outros e de nós próprias, cobrar menos,  reclamar menos, carregar menos culpa, olhar menos para o espelho. Descomplicar talvez seja o atalho mais seguro para chegarmos à tão falada qualidade de vida que queremos - e merecemos - ter.

Mas há outras palavras que não podem faltar no kit existencial da mulher moderna. Amizade, por exemplo. Acostumadas a concentrar nossos sentimentos (e nossa energia...) nas relações amorosas, acabamos deixando as amigas em segundo plano. E nada, mas nada mesmo, faz tão bem para uma mulher quanto a convivência com as amigas. Ir ao cinema com elas (que gostam dos mesmos filmes que a gente), sair sem ter hora para voltar, compartilhar uma caipivodca de morango e repetir as histórias que já nos contamos mil vezes - isso, sim, faz bem para a pele. Para a alma, então, nem se fala. Ao menos uma vez por mês, deixe o marido ou o namorado em casa, prometa-se que não vai ligar para ele nem uma vez (desligue o celular, se for preciso) e desfrute os prazeres que só uma boa amizade consegue proporcionar.

E, já que falamos em desligar o celular, incorpore ao seu vocabulário duas palavras que têm estado ausentes do cotidiano feminino: pausa e silêncio. Aprenda a parar, nem que seja por cinco minutos, três vezes por semana, duas vezes por mês, ou uma vez por dia - não importa - e a ficar em silêncio. Essas pausas silenciosas nos permitem refletir, contar até 100 antes de uma decisão importante, entender melhor os próprios sentimentos, reencontrar a serenidade e o equilíbrio quando é preciso.

Também abra espaço, no vocabulário e no cotidiano, para o verbo rir. Não há creme anti-idade nem botox que salve a expressão de uma mulher mal-humorada. Azedume e amargura são palavras que devem ser banidas do nosso dia a dia. Se for preciso, pegue uma comédia na locadora, preste atenção na conversa de duas crianças, marque um encontro com aquela amiga engraçada - faça qualquer coisa, mas ria. O riso nos salva de nós mesmas, cura nossas angústias e nos reconcilia com a vida.

Quanto à palavra dieta, cuidado: mulheres que falam em regime o tempo todo costumam ser péssimas companhias. Deixe para discutir carboidratos e afins no banheiro feminino ou no consultório do endocrinologista. Nas mesas de restaurantes, nem pensar. Se for para ficar contando calorias, descrevendo a própria culpa e olhando para a sobremesa do companheiro de mesa com reprovação e inveja, melhor ficar em casa e desfrutar sua salada de alface e seu chá verde sozinha.
Uma sugestão? Tente trocar a obsessão pela dieta por outra palavra que, essa sim, deveria guiar nossos atos 24 horas por dia: gentileza. Ter classe não é usar roupas de grife: é ser delicada. Saber se comportar é infinitamente mais importante do que saber se vestir. Resgate aquele velho exercício que anda esquecido: aprenda a se colocar no lugar do outro, e trate-o como você gostaria de ser tratada, seja no trânsito, na fila do banco, na empresa onde trabalha, em casa, no supermercado, na academia.

E, para encerrar, não deixe de conjugar dois verbos que deveriam ser indissociáveis da vida: sonhar e recomeçar. Sonhe com aquela viagem ao exterior, aquele fim de semana na praia, o curso que você ainda vai fazer, a promoção que vai conquistar um dia, aquele homem que um dia (quem sabe?) ainda vai ser seu, sonhe que está beijando o Richard Gere... sonhar é quase fazer acontecer. Sonhe até que aconteça. E recomece, sempre que for preciso: seja na carreira, na vida amorosa, nos relacionamentos familiares. A vida nos dá um espaço de manobra: use-o para reinventar a si mesma.

E, por último (agora, sim, encerrando), risque do seu Aurélio a palavra perfeição. O dicionário das mulheres interessantes inclui fragilidades, inseguranças, limites. Pare de brigar com você mesma para ser a mãe perfeita, a dona de casa impecável, a profissional que sabe tudo, a esposa nota mil. Acima de tudo, elimine de sua vida o desgaste que é tentar ter coxas sem celulite, rosto sem rugas, cabelos que não arrepiam, bumbum que encara qualquer biquíni. Mulheres reais são mulheres imperfeitas. E mulheres que se aceitam como imperfeitas são mulheres livres. Viver não é (e nunca foi) fácil, mas, quando se elimina o excesso de peso da bagagem (e a busca da perfeição pesa toneladas), a tão sonhada felicidade fica muito mais possível.

Crédito:

Recebemos por e-mail da nossa leitora Lethicia Andreucci Miragaia Ribeiro, Mogi das Cruzes,SP.
 

27 de julho de 2011

REMÉDIOS GENÉRICOS VEJA O SITE.

.
google imagem - meramente ilustrativa
Utilidade Pública

Site permite que você ao digitar o nome do remédio e você terá uma relação dos genéricos de todas as marcas e  respectivos preços em todo território nacional.

Divulguem:

 
 
Crédito:
 
Recebi por e-mail da minha leitora Andrea Franco, Gerente de Marketing do Mogi Shopping - Mogi das Cruzes/SP.

CONCURSO BOLSA DE ESTUDOS - ÁREA DO DIREITO




A Escola Paulista de Direito - EPD está promovendo um concurso cultural de 25 de julho a 31 de agosto de 2011. O participante deverá criar uma frase com até 300 caracteres definindo "A importância do Direito em nossa sociedade". O autor da frase mais criativa, segundo a comissão julgadora da EPD, ganhará 1 bolsa de 50% para curso de pós-graduação à escolha do participante e 1 iPad. Todos os inscritos no concurso cultural da EPD gozarão de 15% de desconto para as matrículas efetuadas até o dia 15/08/2011, nos cursos de pós-graduação oferecidos pela Instituição.

Site EPD
Compartilhe com seus amigos!

Defensoria Pública- Paraná, vai contratar 150 assessores jurídicos

Google Images

Defensoria Pública do Paraná abre 150 vagas de assessores



A recém-criada Defensoria Pública do Estado do Paraná abre inscrições nesta segunda-feira (25) para o processo seletivo para contratação de 150 assessores jurídicos de estabelecimento penal para atuação em todo o Estado. Poderão participar do teste seletivo bacharéis em Direito inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O processo de seleção será realizado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e a prova, que terá etapa única, será dia 28 de agosto.

Os assessores atuarão no âmbito da Defensoria Pública, dando apoio para que seja prestada assistência jurídica aos presos e internados dos estabelecimentos penais de todo o Estado, informa Josiane Fruet Bettini Lupion, chefe da Defensoria Pública do Paraná. Dos 150 assessores a serem contratados, 86 atuarão nos três patronatos e 24 penitenciárias presentes em 10 cidades paranaenses. Os demais 64 assessores prestarão serviços em cadeias públicas e distritos policiais espalhados por todo o Paraná.

Queremos fazer um rigoroso levantamento da situação de cada um dos 30 mil presos paranaenses para que o defensor público tenha condições de acessar um sistema integrado de informações e acompanhar a situação jurídica de cada preso a fim de garantir com celeridade a efetivação de seus direitos, afirma Maria Tereza Uille Gomes, secretária da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos.

O profissional aprovado será contratado como cargo comissionado DAS-5, recebendo remuneração de R$ 2.520,00 mensais, por uma jornada de 40 horas semanais. O contrato terá validade até que sejam preenchidos os cargos do primeiro concurso público para a carreira de defensor público do Estado, provavelmente em 2012.

A inscrição deverá ser efetuada exclusivamente pela internet no endereço www.nc.ufpr.br, do dia 25 de julho até às 16 horas do dia 10 de agosto. Mais informações: www.defensoriapublica.pr.gov.br e www.seju.pr.gov.br

Fonte:

Newsletter - Notícias de 25 de Julho de 2011  - Jus Brasil

PEDOFILIA E A CASTRAÇÃO QUÍMICA

Google Image - estouprocurandooquefazer.com

Já está em vigor na Coreia do Sul a lei que autoriza a castração química de pedófilos condenados por abuso sexual contra menores de 16 anos. O efeito dessa impotência induzida pode durar até 15 anos.

Na semana passada, na Rússia, a Comissaria de Direito das Crianças pediu a aprovação de lei semelhante no país. O presidente Dmitri Medvedev anunciou ser a favor, depois da condenação de um estuprador que, armado com faca, invadiu um acampamento de crianças e estuprou sete meninas.

Também na Rússia, na cidade de Amur Oblast um homem estuprou uma menina de sete anos e moradores cercaram a sua casa, pedindo justiça.

Na Coreia do Sul, o Ministério da Justiça informou que o país é o primeiro da Ásia a adotar esse tipo de punição, apesar de protestos de grupos de direitos humanos.

Nos Estados Unidos, nove Estados já têm feito experimentos com castração química. A Califórnia introduziu a previsão em seu Código Penal, em 1996, que autoriza a castração química em casos de abusos sexuais graves de menores de 13 anos, se o condenado obter liberdade condicional e se for reincidente.

O estuprador não pode recusar o procedimento médico. A Flórida aprovou lei semelhante. Mas, a substância base do produto químico usado nunca foi aprovada pela FDA - U.S. Food and Drug Administration.

Outros países também experimentam o uso de drogas que induzem a impotência sexual. No Reino Unido, o cientista da computação Alan Turing, aceitou a castração química como pena alternativa à prisão, em 1992.

Na Alemanha, os médicos usam um antiandrógeno, que inibe a atividade do hormônio sexual masculino, para o tratamento de parafilia, que é como se denomina a anormalidade ou perversão sexual.

A Polônia, em 2009, e a Argentina, em 2010, aprovaram leis que autorizam a castração química. Israel já aplicou a medida uma vez como pena alternativa.

A pena também é aplicada no Canadá e está em fase de estudos na França e na Espanha. As informações do saite Wikipédia foram compiladas em objetiva matéria assinada pelo jornalista João Ozório de Melo, da revista Consultor Jurídico.

Só neste ano, no Brasil, a Câmara dos Deputados recebeu dois projetos de lei para punir com castração química os condenados por pedofilia e estupro.

Uma das propostas foi devolvida ao seu autor, Sandes Júnior (PP-GO), por desrespeitar dispositivo da Constituição Federal que prevê: não haverá penas cruéis (artigo 5º, inciso XLVII, alínea e). A outra também não foi à frente: no Senado, o Projeto de Lei nº 552/2007 foi arquivado no começo deste ano.

Em São Paulo, em março, a Assembleia Legislativa de São Paulo recebeu um projeto de lei do deputado Rafael Silva (PDT) que propõe a castração química de pedófilos.

O parlamentar propõe o uso de hormônios como medida terapêutica e temporária, de forma obrigatória. A prescrição médica caberia ao corpo clínico designado pela Secretaria de Estado da Saúde.

Como em outros países, é considerado um projeto de lei controvertido. E também deve ser analisado do ponto de vista constitucional, porque levanta temas como dignidade humana, tratamento degradante e vedação de penas cruéis.

Nota deste blog

Temos sérias dúvidas se uma lei dessa natureza possa vir a ser aprovada no Brasil se dependermos dos nossos poderes constituídos. Se, no entanto, uma consulta popular fosse feita, a aprovação seria uma certeza.

 
E você caro leitor, o que acha da ideia? Comente.

Fonte:
Publicado no site Espaço Vital em (26.07.11)

PEDAGIÔMETRO - VOCÊ PRECISA SABER O QUE É!


Google Images
         
O pedagiómetro é um serviço gratuito na internet que ajuda o leitor a calcular quanto irá gastar numa viagem com pedágios e combustível.
Calcula, também, a distância em quilômetros e o tempo estimado de viagem. 
O site também calcula o caminho de volta.
Acesse e veja como funciona:

Crédito: Recebemos por e-mail do nosso amigo e leitor Walter Monaco - São Paulo/Capital.

Nota Final:

Pedágio por km rodado começa neste ano
Governo paulista inicia projeto-piloto em rodovias estaduais para medir aceitação do motorista a nova tecnologia

Ideia é que sistema de cobrança de tarifas esteja funcionando em todo o Estado dois anos após o início dos testes

RICARDO GALLO
DE SÃO PAULO

O governo estadual vai começar a cobrar tarifas de pedágio por quilômetro rodado em rodovias paulistas a partir de novembro ou dezembro, de modo experimental.
Um projeto-piloto testará o sistema com motoristas de Campinas, Indaiatuba e de uma terceira cidade ainda não definida, também do interior, por seis meses.
A tarifa será calculada de modo proporcional, com base em quanto o motorista andou na rodovia. Quem usar 5 km da estrada, por exemplo, passará a pagar por essa distância. Hoje, cobra-se um valor fixo em cada praça de pedágio; são 138 no Estado.
O governo do Estado não revelou quais as rodovias que irá incluir no teste.
Os motoristas receberão gratuitamente um "tag", dispositivo eletrônico a ser instalado nos carros que identificará a distância percorrida.
As estradas, por sua vez, terão pórticos instalados a cada cinco ou dez quilômetros para mapear o tráfego.
O pagamento ocorrerá por cartões de débito e crédito de forma pré ou pós-paga.
EXPANSÃO
A meta é ampliar o serviço para as principais estradas pedagiadas dois anos depois do início do projeto-piloto.
Para ser viável economicamente, o sistema exige 80% de utilização pelos motoristas, segundo o governo.
O Sem Parar, único mecanismo de cobrança eletrônica existente hoje, já é usado por metade dos motoristas que trafegam nas estradas.
Enquanto o Sem Parar cobra R$ 66,72 pela adesão, o governo quer oferecer gratuitamente o dispositivo a ser instalado nos carros a fim de massificar a tecnologia.
A intenção é difundir a cobrança por quilômetro rodado com o argumento que ela é mais justa, por ser proporcional ao uso, e que pode reduzir as tarifas.
O conceito é dividir a conta entre todos os usuários.
O projeto-piloto em Indaiatuba, por exemplo, tenta convencer os que só utilizam hoje um trecho da SP-075 e fogem da tarifa cheia do pedágio -R$ 10,10.
Estão no alvo do governo estradas como Anchieta-Imigrantes, Bandeirantes, Rodoanel e Ayrton Senna.

OBSTÁCULOS
A adoção do sistema em larga escala tem obstáculos.
O primeiro é que o modelo impõe o fim das praças de pedágio. Juntos, o sistema atual e o novo não sobrevivem, de acordo com a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias.
Só que o governo pretende manter os dois sistemas em funcionamento, pelo menos a "médio prazo", por temer rejeição de usuários.
O governo também precisará lidar com veículos de outros Estados. O ideal, portanto, seria que toda a frota do país contasse com o dispositivo eletrônico.
O governo federal tem um projeto que pode dar conta do problema: a obrigatoriedade de chips em carros novos está prevista para começar a partir de 2012.
O Estado de São Paulo, portanto, dependeria da concretização desse projeto
.

Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff2707201101.htm

26 de julho de 2011

MINI COOPER - 50% DE DESCONTO

Mini Cooper One, a versão de entrada do compacto inglês





Reproduzimos a notícia divulgada hoje na Folha.com - Notícias - Veículos, a respeito da venda do famoso Mini Cooper por 50% do seu preço original. 

Aos leitores que têm interesse na aquisição, aqui vai a notícia: 

Site de vendas coletivas oferece Mini Cooper por R$ 30 mil 

Depois que a BMW e o Groupon anunciaram hoje (25) a venda de uma unidade do Mini One com 50% de desconto e finalização marcada para amanhã (26), outro site de vendas coletivas resolveu esquentar a briga. Site de compras coletivas venderá Mini Cooper pela metade do preço. 

O ClickOn acaba de anunciar que venderá ainda hoje o mesmo modelo com 57% de desconto. O carro, tabelado em R$ 69.950, sairá por R$ 29.999,99. As informações de compra estão na página da empresa no Facebook. A oferta será aberta a qualquer momento.

No Groupon o carro sai por R$ 34.975 e a venda termina amanhã (26).

Código de Barras. Você não pode confiar cegamente



Google Images



Uma reportagem publicada no site Espaço do Consumidor – Faça Valer, mostra bem que nem sempre o preço que está nas prateleiras são os mesmos que estão registrados no código de barras. Com isso, o consumidor na hora de se dirigir ao caixa, precisa ficar atento, pois poderá pagar um valor maior pelos produtos adquiridos.

O erro, segundo uma advogada consultada pela reportagem, especialista em Direito do Consumidor, pode ser ocorrer por má fé do estabelecimento comercial ou por um erro do sistema. De qualquer maneira, será o consumidor que será lesado.

O consumidor precisa ficar atento. Anotar os preços na lista que leva para a compra, ou dar uma passadinha nas leitoras de código de barras que vários supermercados disponibilizam ao lado das gôndolas.


Recomendamos maior atenção com relação aos produtos em ofertas, pois muitos deles tiveram os seus preços alterados nas prateleiras ou cartazes, mas não foram no sistema. Dessa forma, o consumidor coloca o produto no seu carrinho esperando pagar um preço, mas pagará outro, no caixa.

Aos interessados recomendamos a leitora da reportagem citada no link abaixo:

EXAME DE ORDEM - UMA DISCUSSÃO INTERMINÁVEL


A questão da constitucionalidade do Exame de Ordem continua sendo discutida sem que se chegue a um ponto final.

 
Após parecer pela inconstitucionalidade do exame, emitido pelo subprocurador-geral da República, Rodrigo Janot Monteiro de Barros, e encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF), espera-se que aquela Corte decida de uma vez sobre a matéria.

 
Inconformada com o parecer emitido por aquele subprocurador-geral, a OAB já prepara a defesa pela constitucionalidade do exame.

 
Vejam a notícia divulgada pela site Espaço Vital.

 
OAB prepara o contra-ataque para manter o Exame de Ordem

A OAB vai encaminhar, na primeira semana de agosto, a cada um dos 11 ministros do STF, memoriais com os argumentos da entidade em torno da constitucionalidade do Exame da Ordem. Documentos que já foram entregues aos magistrados no primeiro semestre do ano, serão “renovados” com pareceres de juristas sobre o assunto, segundo Ophir Cavalcante, presidente da entidade.

Na última quinta-feira (21) - como informado pelo Espaço Vital - o Supremo recebeu o parecer da Procuradoria-Geral da República que considera inconstitucional a exigência de aprovação no exame para o exercício da Advocacia, prevista pelo Estatuto da Advocacia. Segundo a PGR, a exigência viola o direito fundamental estabelecido pela Constituição que estabelece ser “livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer”.

O parecer da PGR foi assinado pelo subprocurador-geral da República Rodrigo Janot Monteiro de Barros. Segundo ele, o Exame de Ordem atesta uma qualificação profissional de quem já tem um diploma atestando a mesma qualificação. Ou seja, seria uma aferição redundante e, portanto, inválida.

O contraponto da Ordem será baseado justamente no atendimento das qualificações, que hoje são verificadas por meio do exame.

“A Ordem está estarrecida com o parecer. A Advocacia exerce função essencial à Justiça e está equiparada em todos os aspectos a demais atuações. Para ser advogado, é necessário prestar exame da Ordem. Essa é a nossa qualificação, prevista em lei”, afirmou Ophir Cavalcante.

A obrigatoriedade da aprovação consta da Lei nº 8.906/94. O parecer da PGR não é vinculativo — os ministros do Supremo não precisam segui-lo. No entanto, ele poderá servir como um ponto de partida para a análise do assunto pela corte. Atualmente, tramita no STF o Recurso Extraordinário nº 603.583, que questiona o Exame da Ordem como premissa ao exercício da Advocacia - o recurso conta com repercussão geral, ou seja, a decisão terá validade para todos os casos correlatos.

Para o advogado e editor do blog Exame de Ordem, Maurício Gieseler, o posicionamento do Ministério Público não vai pressionar o STF pela votação. “O Supremo tem julgado temas bastante relevantes e as pressões existem o tempo inteiro. Essa será mais uma pressão de um grupo social”, afirmou.

O STF já foi confrontado sobre a constitucionalidade do exame em pelo menos três momentos: em 1995, em 1996 e em 2005. Mas em nenhuma das três ações diretas de inconstitucionalidade (Adins) os ministros julgaram o mérito. As Adins foram julgadas improcedentes por falta de legitimidade do autor da ação.

FONTE:
www.espacovital.com.br