31 de dezembro de 2011

As promessas de fim de ano








Richard Wiseman, psicólogo britânico, que liderou um estudo ( com 3 mil pessoas) sobre as promessas que são feitas no fim de cada ano, como parar de fumar, emagrecer, fazer mais exercícios ou beber menos, diz que apenas 12% das pessoas logram êxito.

Entre os voluntários, o estudo observou que a promessa mais difícil de ser cumprida foi parar de fumar - apenas 24% dos voluntários conseguiram deixar de fumar durante a pesquisa.

A promessa mais cumprida, entre os participantes, foi a de "aproveitar mais a vida" - objetivo alcançado por 32% dos voluntários. O estudo foi realizado na Universidade de Hertfordshire, na Inglaterra.

O estudo revela ainda que 22% dos homens que conseguiram atingir seus objetivos o fizeram ao definir metas específicas, como perder um quilo por semana ao invés de apenas "perder peso". Já para as mulheres, o estudo indica que a chance de manter as promessas aumenta em 10% quando elas contam para a família e para os amigos sobre a resolução.

"Os homens tendem a adotar uma postura machista e têm expectativas fora da realidade, portanto, definir objetivos simples os ajuda a cumprir as metas", afirma Wiseman.

O pesquisador afirma ainda que, apesar das mulheres relutarem em contar para os amigos sobre as promessas, "o apoio de parentes e amigos as auxilia a manter suas metas, depois de torná-las públicas".

Wiseman sugere que a regra geral para atingir os objetivos é decidir qual será a meta durante o ano antes da chegada do réveillon. Além disso, ele afirma que, para ter sucesso, é preciso escolher um objetivo novo, ou tentar uma nova perspectiva para um antigo problema.

"Tentar voltar a uma resolução antiga pode ser frustrante", diz o pesquisador. Segundo ele, é preciso ter em mente "exatamente o que você irá fazer, onde e em que momento", conclui.

Ante todas essas dificuldades apontadas você fará alguma promessa no final deste ano?

Se for, as dicas do psicólogo britânico podem ser úteis.

Fonte:

VAMOS VIAJAR?



FELIZ ANO NOVO

VAMOS VIAJAR?



ASSISTA A APRESENTAÇÃO CUJO

 ENDEREÇO SEGUE ABAIXO



VAI VIAJAR PARA O EXTERIOR? NOVAS REGRAS - DECLARAÇÃO DE BAGAGEM





Crédito Imagem - intravelturismo.wordpress.com




        A partir de 1º de janeiro entram em vigor novas regras para que os turistas declarem suas bagagens tanto na saída como na entrada no Brasil.

        Agora quem nada tem para declarar está livre de preencher o tradicional formulário, chamado de DBA (Declaração de Bagagem Acompanhada).

        A medida visa atender  a um grande grupo de passageiros que de volta ao Brasil se limitam a trazer, em suas bagagens, bens permitidos e que não ultrapassem US$500.

        Os viajantes precisam estar atentos às outras regras estabelecidas para quem viaja ao exterior. Para isso, recomendamos o vídeo preparado pela Receita Federal, que pode ser acessado no endereço abaixo:


        Boa viagem a todos.   

30 de dezembro de 2011

TRABALHO ESCRAVO NO BRASIL AINDA EXISTE




PODE PARECER MENTIRA

MAS NO  BRASIL AINDA HÁ TRABALHO ESCRAVO

LEIA A RESPEITO:




COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS

DEMOSTRE A SUA INDIGNAÇÃO 

Cuidado ao consumir alimentos vendidos na praia






Com a chegada do verão a praia passa a ser o lugar preferido dos turistas brasileiros. Muitos, com receio de ser taxado de farofeiro, não levam suas próprias bebidas e alimentos para a praia. Irá, desta forma, consumir tudo o que lá é vendido.

Essa postura poderá colocar em risco sua saúde.

Para essas pessoas recomendamos ouvir o que dizem a respeito os especialistas, pois é necessário tomar o máximo de cuidado ao consumir alimentos vendidos na praia, eis que eles, raramente, passam pelos “olhos” da fiscalização.

Em algumas praias – Rio de Janeiro, por exemplo -, até mesmo o famoso queijo coalho, que aparentemente pode parecer inofensivo à saúde, foi proibido.

Segundo órgãos da vigilância sanitária “o famoso queijo coalho de praia é perigoso, se comprado de vendedores que não passam pelos olhos da fiscalização. Esse queijo é, da mesma maneira que o camarão ou os demais alimentos, manuseado sem qualquer critério”

Alertam ainda que, “alimentos vendidos por ambulantes nas praias permanecem por horas expostos ao sol, muitas vezes sem qualquer proteção contra o ambiente, que abriga populações de microorganismos”.

Diante disso, cuidado ao consumir alimentos vendidos na praia.

É preferível ser taxado de farofeiro e aproveitar integralmente suas férias.

Sua saúde e o seu bolso irão agradecer muito.

Pensem nisso.

Faculdade Americana – Curso de Administração a distância



Crédito Imagem - mauricioalvesadm.blogspot.com - meramente ilustrativa





Pioneira e, atualmente tradicional em oferecer ensino superior totalmente via Internet, a Ambra College abre as inscrições para sua primeira turma de Business Administration (Administração de Empresas) com mensalidades a partir de US$ 133.

Maior potência econômica mundial e referência no gerenciamento de um país, controlando os riscos de crises financeiras, os Estados Unidos oferecem pela primeira vez o curso superior de Business Administration (Administração de Empresas) 100% via Internet e em português. O curso de graduação será através da faculdade americana Ambra College, que acaba de abrir as inscrições para nova turma no início de 2012.

Em sua primeira edição, o curso de Bachelor of Science in Business Administration (bacharelado em Administração de Empresas) permitirá acesso ao diploma americano, já que o mesmo é licenciado pelo Florida Department of Education, sem a necessidade de deslocamento para assistir as aulas, nem mesmo para realização dos exames, disponibilizando ainda uma ferramenta que grava as aulas pela Internet. Além disso, os alunos têm acesso não apenas aos professores, mas também aos fóruns de debate, avaliações online e bibliotecas virtuais.


Mais informações no www.ambracollege.com ou através da ligação gratuita 0800 892-1174

 Notícia disponibilizada no Portal

29 de dezembro de 2011

QUANDO A JUSTIÇA FUNCIONA



Goleiro Esteban Alvarado, do AZ, agride torcedor que invadiu o campo durante jogo contra o Ajax

Foto do torcedor que se deu mal: quis agredir e levou uma surra 



         Um fato recente divulgado no noticiário esportivo mostra bem como funciona o Poder Judiciário nos países desenvolvidos.

         No último dia 21 de dezembro, durante uma partida de futebol, um torcedor invadiu o campo com o propósito de agredir um dos jogadores.

         Hoje o mesmo noticiário informa que o citado torcedor já foi julgado e condenado a seis meses de prisão.

         Você conhece algum torcedor brasileiro que tenha sido condenado com a mesma rapidez, dentre os muitos casos, até mais graves, que acontecem no nosso futebol?

         Leia mais sobre o caso em:



O sistema educacional ainda não sabe produzir líderes e bons gestores






Por todo o mundo, em todos os ambientes corporativos, existe uma convicção: há escassez de boas lideranças. E não é força de expressão. Ocorre que liderar hoje não é o mesmo que há alguns anos. Em um contexto de mudanças imprevisíveis e extremamente velozes, os atributos dos líderes também se transformam.

Se, há 20 anos, bons líderes eram aqueles profissionais dotados de forte senso de hierarquia, capazes de manter um empreendimento funcionando com regularidade e de forma estável, hoje, as empresas procuram gestores com outras qualidades – por exemplo, a competência de enfrentar com agilidade situações novas, com alto poder de comunicação e mobilização, capazes de montar equipes muito motivadas, articulando um repertório diverso de competências.

Isso vale tanto para as empresas de ponta na área de tecnologia, como para as instituições educacionais – e é delas que estamos falando.

O tempo de esperar pacientemente o surgimento de lideranças naturais passou. Hoje, todos os empreendimentos exigem uma busca contínua e consciente por boas lideranças. É preciso que as escolas também passem proativamente a buscar e a formar pessoas capazes, dotadas das características do líder contemporâneo.

Não há uma fórmula pronta para isso. Existe, sim, uma atitude de estar aberto a essa demanda. É preciso que os diretores, coordenadores e outros gestores da educação vejam com muito senso de urgência esse desafio. Em primeiro lugar, é preciso que invistam em si próprios como gestores, buscando novas informações, requalificando-se e aprimorando-se. Isso significa que aqueles que ocupam hoje cargos de gestão precisam ver a si mesmos como profissionais em desenvolvimento – e não como antigos líderes prontos e acabados.

Apenas isso não basta. Liderança é uma cultura empresarial, e não um dom de poucos. Por isso, tornou-se saudável, no ambiente escolar, criar um contexto de valorização de lideranças positivas. Um bom gestor deve abrir espaço para que surjam novos líderes e, quando for o caso, precisa também procurar identificá-los fora do ambiente da escola.

Em um contexto de extrema competição, em que o sistema educacional ainda não sabe produzir bons líderes e gestores, as escolas que ignorarem essa tendência contemporânea correm o risco de se tornarem instituições pesadas, lentas demais para acompanhar ao mesmo passo as transformações econômicas, políticas e culturais que envolvem a todos.

Autor do texto:

Antônio Carlos Musa Junior, diretor comercial do



Publicado:

CURSOS DE TURISMO IRÃO RENASCER



Os cursos superiores de Turismo mantidos por diversas instituições de ensino foram desativados nos últimos anos. A baixa procura de candidatos foi a principal razão.

Uma notícia recentemente divulgada pode fazer com que muitos desses cursos voltem a ser implantados. No último dia 21 de dezembro, o Senado Federal aprovou Projeto de Lei que prevê a exigência de diploma de curso superior de Turismo para o exercício da profissão.

O citado Projeto de Lei (290/01) será agora enviado para a presidente Dilma para ser sancionado. A partir disso, a profissão de turismólogo só poderá ser exercida por pessoas com comprovada titulação na área, sendo o diploma obtido no Brasil ou em cursos semelhantes no exterior. A lei também permite a continuação do exercício da profissão para não-graduados que, de forma ininterrupta (5 anos), mantiveram-se na área.

Você trabalha ou só dá aulas?



Imagem meramente ilustrativa



Muitos dos meus leitores, professores, já devem ter ouvido de seus alunos tal questionamento. Sei que muitos ficaram irritados, outros nem tanto, mas todos, têm a certeza absoluta de que hoje, no Brasil, cada vez mais é desvalorizada a missão (não vejo como profissão) a carreira de professor.

Para todos recomendo a leitura do artigo de autoria de Francisco Rolfsen Belda, jornalista e professor universitário, publicado no araraquara.com

Leiam:


http://www.araraquara.com/opiniao/artigos/2011/12/29/tao-longe-tao-perto.html

Projeto permite que exame de corpo de delito seja feito por pessoa sem diploma






Projeto em tramitação na Câmara permite que, na falta de perito oficial, o exame de corpo de delito seja realizado por duas pessoas idôneas. Pela proposta (Projeto de Lei 2228/11), do deputado Dr. Grilo (PSL-MG), terão preferência portadores de diploma de curso superior ou especialização em área relacionada ao exame ou à perícia.

Atualmente, o Código de Processo Penal (CPP-Decreto-Lei 3.689/41), já prevê a possiblidade de realização do exame por duas pessoas idôneas, na falta de perito oficial, mas exige que tenham diploma de curso superior. Dr. Grilo argumenta ser praticamente impossível pra o Poder público dispor de peritos em todas as localidades do País, principalmente nas mais remotas.

Com a respectiva adoção, é esperado que grande parte das perícias no curso dos processos penais passe a ser realizada por quem realmente possui os conhecimentos técnicos especializados desejáveis para desempenhar adequadamente as funções de perito judicial, evitando-se, com isso, muitas falhas, divergências e contestações relacionadas às provas periciais produzidas”, justifica o autor da proposta.

Tramitação

Tramitando em caráter conclusivo, o projeto foi encaminhado às comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e Constituição e Justiça e de Cidadania, inclusive no seu mérito.

Veja o Projeto:

http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=518909
Fonte: Agência Câmara

Você pagará as depesas com o “velório” e do “enterro” da sacolinha plástica




        Devemos aplaudir todas as iniciativas que possam preservar o meio ambiente. Quanto a isso, tenho certeza absoluta que nenhum dos leitores do meu blog ousará discordar.
        Apesar disso, considero prematura, e sem sentido lógico, a  “morte” das sacolinhas plásticas.
        Se isso acontecer, teremos certamente um velório diferente. Os ambientalistas irão comemorar, e os demais cidadãos, conscientes ou não do problema ambiental, certamente não irão chorar por isso.
Morrerá, portanto, a sacolinha, “sem choro e nem vela”.
Diante dessa certeza ,  poucos se deram conta de que nós, consumidores, pagaremos sozinhos a conta do “velório” e do “enterro” das sacolinhas.
O meio ambiente vai nos agradecer, mas os donos de estabelecimentos comerciais que utilizam as sacolinhas, e as indústrias de produtos alternativos, certamente irão agradecer muito mais.
Vejamos algumas das muitas razões:
1.  Se o custo das sacolinhas plásticas hoje utilizadas pelos estabelecimentos comerciais estava embutido nas mercadorias vendidas, qual é a razão de o consumidor ter que arcar hoje com o preço (média R$0,19) que será cobrado pelas novas embalagens alternativas?
Nesse sentido, vale à pena citar que em Belo Horizonte (MG), onde já foi proibido o uso de sacolinhas plásticas, estima-se que as grandes redes de comércio deixarão de ter uma despesa estimada em R$4,7 milhões ao ano. Em razão disso, já se discute nos órgãos de proteção do consumidor o fato de que, enquanto o consumidor leva o prejuízo, os empresários estão lucrando.
E mais.
Na cidade de São Paulo a lei que proibia o uso de sacolinhas plásticas foi suspensa por decisão judicial. O argumento do juiz é que a lei além de ineficaz, fere o direito do consumidor de ter que levar os produtos comprados. Mas segundo notícias, o que prova que os estabelecimentos comerciais sairão lucrando, é que eles, por iniciativa própria, deixarão de usar as sacolinhas.
2.  Os sacos de lixos e as embalagens de vários produtos que são comercializados continuarão a ser produzidos com o mesmo material das sacolinhas plásticas?
Não há notícias que digam ao contrário.
A respeito dos sacos de lixo, já há estudos que indicam que uma família média irá gastar R$15,00 por mês com a compra desse produto, de vez que não poderá utilizar mais as sacolinhas de plásticos.
Isso prova, também, que vamos trocar 6 por meia dúzia, e que o juiz que suspendeu a lei em São Paulo está correto ao afirmar que ela é ineficaz.
Outros tantos argumentos poderiam ser apresentados para comprovar que a suspensão das sacolinhas de plástico - apesar de em tese representar uma medida correta - de nada vai contribuir para a preservação do meio ambiente.

Para concluir, estou convicto de que continuamos a produzir em grande quantidade leis de eficácia zero, ao invés de investir na educação, que é o único caminho para desenvolver a consciência ambiental.    

28 de dezembro de 2011

UM POUCO DE FUTEBOL: PAIXÃO BRASILEIRA.





 
CRÉDITO IMAGEM - clickfutebol.com





Nilson Cesar, narrador de futebol da rádio Jovem Pan, em seu blog escreveu:

“Estava pensando a diferença do Messi para os demais grandes jogadores do mundo, e cheguei a seguinte conclusão. Neymar, Cristiano Ronaldo , Beckham são jogadores de alta qualidade, mas todos popstar, enquanto Messi é simples e gênio. Não vejo Messi com cabelo diferente, brincos, correntes no pescoço, pois ele não precisa nada disso, e é focado em sua carreira por inteiro. Os demais que citei estão muito preocupados com imagem e não possuem a mesma qualidade do argentino. Gosto de cara simples, sem frescuras, pois esses são os verdadeiros vencedores. Messi é um exemplo a ser seguido dentro e fora de campo, e já entendo que ele é mais jogador do que foi Maradona”.  

         Parabéns Nilson Cesar pelo seu comentário.

         Uma grande verdade que todo torcedor de futebol deveria saber, especialmente os brasileiros que têm mania de fazer críticas ao povo argentino.


APRESENTADORES HOLANDESES COMEM CARNE HUMANA







Se você receber um e-mail com esse título delete.

É mais uma farsa que corre na internet.

Veja no e-farsas, endereço abaixo:



http://www.e-farsas.com/apresentadores-holandeses-comem-carne-um-do-outro-na-tv.html

FELIZ ANO NOVO



Crédito Imagem - oficinadeervas.com.br




FELIZ ANO NOVO A TODOS OS MEUS

AMIGOS


CLIQUE NO ENDEREÇO ABAIXO


O IMPORTANTE É SER FELIZ


cid:image013.jpg@01CADA27.08751130









É PRECISO FALAR ALGUMA COISA?


ABAIXO ASSINADO EM APOIO A MINISTRA ELIANA CALMON





Amigos(as),

Acabei de ler e assinar este abaixo-assinado online:

«Abaixo assinado em apoio a ministra Eliana Calmon »



Pessoalmente, concordo com este abaixo-assinado e acho que você também pode concordar.

Assine o abaixo-assinado e divulgue para seus contatos.

CALENDÁRIO 2012 – SALVE OS FERIADOS PROLONGADOS



Crédito Imagem- gandaiabr.net





         Ouvi muita gente reclamando que o Natal e o Ano Novo em 2011 não proporcionaram a eles um feriado prolongado. Caíram num sábado e num domingo.

         Por outro lado, todos aqueles que adoram um feriado prolongado, terão muito que comemorar em 2012, pois 9 de 11 feriados nacionais programados irão permitir que isso aconteça.

Os feriados nacionais que podem ser prolongados são os seguintes: Carnaval (20 e 21/2 – segunda e terça-feira), dia do trabalho (01/5 terça-feira), Corpus Christi (07/6 quinta-feira), Proclamação da República (15/11 quinta-feira) e o Natal (25/12 terça-feira). Outros quatro feriados cairão em uma sexta feira: Paixão de Cristo (06/4), Independência (07/9), Nossa Senhora Aparecida (12/10) e Finados (02/11).

No Estado de São Paulo temos ainda os seguintes feriados estaduais: 25 de janeiro que vai cair numa quarta-feira; 9 de julho numa segunda-feira e dia 20 de novembro uma terça-feira. Portanto, mais possibilidades de feriados prolongados.

Além disso, o leitor deverá ficar atento aos feriados municipais, pois alguns deles poderão, da mesma forma, permitir mais alguns prolongamentos.

Aos nossos leitores um conselho: se vocês podem prolongar os feriados aproveitem, pois há países (Espanha é um deles) que está proibindo o prolongamento de feriados. Sinal da crise que afetou alguns países da Europa. Por enquanto estamos livre disso, até quando ninguém pode garantir.

Crédito Imagem - recados.net 

2011 está acabando e a nossa educação continua a mesma






 Crédito Imagem - danielleprocopiovr.blogspot.com

Veja se podemos dizer que somos a 6ª economia mundial:

 Uma das grandes universidades da cidade de São Paulo é despejada do seu campus:

“Fundada há 41 anos, a Universidade São Marcos foi despejada nesta quarta-feira (21) de seu tradicional campus no Ipiranga, na zona sul de São Paulo”

Leia mais em:


 A maior universidade brasileira demite mais de 600 professores:

A Anhanguera Educacional, maior rede de ensino superior do país, demitiu neste final de ano cerca de 680 professores de três instituições adquiridas recentemente em São Paulo e na região do ABC. Somente na Uniban da capital, foram cortados por volta de 400 docentes, o que representa metade do quadro. De acordo com o texto, boa parte dos demitidos são mestres e doutores, ou seja, com salários maiores. Também houve cortes de professores no campus ABC da Uniban, na UniABC e na faculdade Senador Fláquer. Juntas, elas possuem pouco mais de 60 mil estudantes.Nas escolas circula a informação que a Anhanguera contratará docentes para suprir parcialmente o corte, mas com titulação menor e com hora-aula mais baixa.

Leia mais em


 Universidades particulares ameaçam a não aceitr mais alunos bolsistas do FIES

Universidades particulares que aderiram ao programa de financiamento estudantil do governo federal (Fies) podem reduzir o número de alunos atendidos, caso não recebam repasses atrasados de R$ 500 milhões referentes a matrículas nos últimos dois anos. Em 2010, o Fies custeava 224 mil alunos; em 2011, mais de 150 mil aderiram.

Leia mais em:


 O Enem 2011 continua na berlinda: 

Procurador entra com ação contra 'falta de transparência' do Enem

O Ministério Público Federal no Ceará ajuizou mais uma ação contra o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), pedindo dessa vez que os critérios de correção sejam explicados pelo Inep (instituto do Ministério da Educação responsável pela prova).

Leia ainda:


E mais:


 Brasil fica no 88º lugar em ranking de educação da Unesco

O Brasil manteve a mesma posição do ano passado e ficou no 88º lugar de 127 no ranking de educação feito pela Unesco, o braço da ONU para a cultura e educação. Com isso, o país fica entre os de nível "médio" de desenvolvimento na área, atrás de Argentina, Chile e até mesmo Equador e Bolívia.

Leia mais em:

Nota desste blog:

Enquanto tudo isso acontece, o nosso Ministro da Educação, Fernando Haddad, faz campanha política como candidato nas próximas eleições à Prefeitura da cidade de São Paulo.


Você acha que somos mesmo a 6ª economia mundial?

Como saber se você seria um bom professor?








Não há limites para o ser humano a não serem aqueles que ele os coloque para si mesmo. Nem todos os limites são conscientes. Muitos até pensam ou acham que vão conseguir superar, mas não têm empenho, disciplina, conhecimentos suficientes, foco, visão, assertividade, constância, comprometimento, eficácia - e acabam não conseguindo. Depois, argumentam-se para si mesmos dizendo que fizeram tudo o que podiam e deviam. Melhor seria impossível fazer. 

Está claro que algumas profissões exigem mais algumas especificidades que são essenciais que para outras não seriam. 

Segundo Malcolm Gladwell, no seu livro Fora de Série, qualquer pessoa que pratique por 10.000 horas qualquer atividade, torna-se excepcional nela. Uma média de 3 horas ao dia por 10 anos. Qualquer pessoa que praticasse ministrar 6 aulas por dia, em 5 anos seria uma excelente professora. Os Beatles tinham mais de 10.000 horas tocadas em shows e baladas antes de atingir o sucesso mundial.

Mas por que encontramos alguns professores com mais de 10 anos de atividade, às vezes até 30 anos, cujas aulas são medíocres?

Provavelmente uma das principais causas seria: ministrou todas as aulas, uma igual a outra, sem tirar nem pôr, sem interesse em melhorar, atualizar ou adequar aos variados públicos. É como se usasse a mesma ficha amarelada pelo tempo de uso ou uma mente que marcou passo no que decorou quando estudante. Não deu um passo além. Reduziu sua Performance a Zero. 

Pensemos somente no prejuízo que tal professor provocou em 30 anos nos seus alunos. Se for de matemática então, quem sabe interferiu nas escolhas das carreiras dos seus alunos a profissões que não usasse matemática...

Qualquer pessoa pode ser um bom professor se, antes mesmo de escolher esta carreira: (1) já gostasse de lidar com diferentes tipos de pessoas, (2) tivesse a alegria de ensinar, (3) sentisse prazer em aprender o que não soubesse e em ensinar o que soubesse para quem quisesse aprender, (4) adorasse novidades, (5) buscasse sempre conhecer mais sobre algum tema que lhe interessasse, (6) não se incomodasse em ler nas mais variadas fontes, (7) participasse com facilidade de atividades com grupos ou individuais, (8) tivesse paciência para ouvir várias vezes a mesma história de diferentes pessoas, (9) não se irritasse em ser questionada, (9) fosse adaptável a diversas situações de convivência humana, (10) estabelecesse bom contato com pessoas de diferentes origens, credos, culturas, níveis sócio-econômicos, idades etc.

Mesmo que não tivesse as condições acima relacionadas, nada impede que elas possam ser aprendidas, treinadas e desenvolvidas. O ser humano tem capacidades incríveis que somente se mostram quando estimuladas. Nada existe que após 10.000 horas de prática, não torne o praticante em um expert no tema.

Para o ser humano tudo pode parecer difícil, complicado e impossível de ser feito se nada souber, mas tudo torna-se fácil, realizável e prazeroso quando se aprende. O saber é uma questão de busca pessoal, pois o conhecimento é uma construção individual. Podemos ser bombardeados por informações das mais variadas fontes, porém somente registramos o que conhecemos. O aprendizado é transformar as informações recebidas em conhecimentos.

Um bom professor não nasce pronto. É na prática que ele vai se formando, na paciência que vai se adquirindo, pelas tentativas de buscar melhores soluções que vai descobrindo os melhores caminhos, pois o relacionamento professor-aluno não nasce pronto, mas é construído ao longo de sua existência.

Autor do texto - Içami Tiba

Publicado:
http://educacao.uol.com.br/colunas/icami_tiba/2011/12/27/como-saber-se-voce-seria-um-bom-professor.jhtm

27 de dezembro de 2011

Os 5 Principais Arrependimentos de Pacientes Terminais





Crédito Imagem - butterflyofblog.blogspot.com




Bronnie Ware trabalha com pacientes perto do fim da sua vida – pacientes terminais. Neste post, ela escreve sobre os principais arrependimentos que vieram à tona aos seus pacientes em seu leito de morte. Os cincos principais seguem abaixo:

1. Eu gostaria de ter tido a coragem de viver uma vida verdadeira para mim, e não a vida que os outros esperavam de mim.

Este foi o arrependimento mais comum. Quando as pessoas percebem que sua vida está quase no fim e olham para trás, é fácil ver como muitos sonhos não foram realizados. A maioria das pessoas não tinham honrado a metade dos seus sonhos e morreram sabendo que era devido às escolhas que fizeram, ou deixaram de fazer.

É muito importante tentar realizar pelo menos alguns de seus sonhos ao longo do caminho. A partir do momento que você perde a sua saúde, é tarde demais. Saúde traz uma liberdade que poucos percebem, até que já a não têm mais.

2. Eu gostaria de não ter trabalhado tanto.

Isto veio de todos os pacientes do sexo masculino que eu acompanhei. Eles perderam o crescimento de seus filhos e o companheirismo do parceiro. As mulheres também citaram este arrependimento, mas como a maioria era de uma geração menos recente, muitos dos pacientes do sexo feminino não tinham sido chefes de família. Todos os homens que eu acompanhei se arrependeram profundamente de passar tanto tempo da sua vida com foco excessivo no trabalho.

Ao simplificar o seu estilo de vida e fazer escolhas conscientes ao longo do caminho, é possível não ter que precisar de um salário tão alto quanto você acha. E criando mais espaço em sua vida, você se torna mais feliz e mais aberto a novas oportunidades, mais adequado ao seu novo estilo de vida.

3. Eu gostaria de ter tido a coragem de expressar meus sentimentos.

Muitas pessoas resguardaram seus sentimentos para manter a paz com os outros. Como resultado, tiveram uma existência medíocre e nunca se tornaram quem eram realmente capazes de ser. Muitas desenvolveram doenças relacionadas à amargura e ao ressentimento que carregavam, como resultado.

Nós não podemos controlar as reações dos outros. No entanto, embora as pessoas possam reagir quando você muda a maneira de falar com honestidade, no final a relação fica mais elevada e saudável. Se não ficar, é um relacionamento que não vale a pena guardar sentimentos ruins. Você ganha de qualquer maneira.

4. Eu gostaria de ter mantido contato com meus amigos.

Muitas vezes os pacientes terminais não percebiam os benefícios de ter por perto antigos e verdadeiros amigos até a semana da sua morte, e nem sempre foi possível encontrá-los. Muitos haviam se tornado tão centrados em suas próprias vidas que tinham deixado amizades de ouro se diluirem ao longo dos anos. Havia muitos arrependimentos por não dar atenção a estas amizades da forma como mereciam. Todos sentem falta de seus amigos quando estão morrendo.

É comum que qualquer um, em um estilo de vida agitado, deixe escapar amizades. Mas quando você se depara com a morte se aproximando, os detalhes caem por terra. Não é dinheiro, não é status, não é posse. Ao final, tudo se resume ao amor e relacionamentos. Isso é tudo o que resta nos dias finais: amor.

5. Eu gostaria de ter me deixado ser mais feliz.

Este é surpreendente. Muitos não perceberam, até ao final da sua vida, que a felicidade é uma escolha. Eles haviam ficado presos em velhos padrões e hábitos. O chamado “conforto”. O medo da mudança os faziam se fingir aos outros e a si mesmos, enquanto lá no fundo ansiavam rir e ter coisas alegres e boas na vida novamente.

Fonte:

Publicado no site:
http://pensandozen.blogspot.com

Recebido por e-mail de Maria Zélia, São Paulo- Capital.

26 de dezembro de 2011

COMO RECONHECER UM DERRAME – NOVO SINAL



 
Crédito Imagem - bulhufas.com







 Derrame: memorize as três primeiras letras...S.T.R.


Só leva um instante ler isto...

Disse um neurologista que se levarem
uma vítima de derrame dentro das
primeiras três horas, ele pode reverter
os efeitos do derrame -totalmente.
Ele disse que o segredo é reconhecer o
derrame, diagnosticá-lo e receber o
tratamento médico correspondente,
dentro das três horas seguintes, o
que é difícil.

RECONHECENDO UM DERRAME


Muitas vezes, os sintomas de um derrame
são difíceis de identificar. Infelizmente,
nossa falta de atenção,torna-se desastrosa.
A vítima do derrame pode sofrer severa
consequência cerebral quando as pessoas
que o presenciaram falham em reconhecer
os sintomas de um derrame.

Agora, os médicos dizem que uma
testemunha qualquer pode reconhecer
um derrame fazendo à vítima estas três
simples preguntas:

S* (Smile) Peça-lhe que SORRIA.

T* (Talk) Peça-lhe que FALE ou
APENAS DIGA UMA FRASE SIMPLES. (com
coerência)
(ex : Hoje o dia está ensolarado)

R* (Rise your arms) Peça-lhe que levante AMBOS OS BRAÇOS.

Se ele ou ela têm algum problema em
realizar QUALQUER destas tarefas, chame
a emergência imediatamente e
descreva-lhe os sintomas,ou vão rápido
à clínica ou hospital. 

Novo Sinal de derrame -
Ponha a língua fora. 



NOTA: Outro sinal de derrame é este:
Peça à pessoa que ponha a língua para fora..
Se a língua estiver torcida e sair por um
lado ou por outro, é também sinal de
derrame.

Um cardiologista disse que qualquer
pessoa que reenvie este e-mail a pelo menos
10 pessoas; pode apostar que salvará
pelo menos uma vida ...
Não o considere uma corrente, mas sim,
algo que todos devemos saber.

Eu já cumpri a minha parte...

 FAÇA-O VOCÊ AGORA.



NOTA:

RECEBI POR E-MAIL DE MAURO VILLANOVA - PRESIDENTE BERNASRDES,SP.

No frigir dos ovos


Crédito imagem - clauseando.blogspot.com





Você sabe o que significa “no frigir dos ovos”?

Sabe. Mas você talvez não tenha visto uma explicação tão criativa como a que segue abaixo:

Quando comecei, pensava que escrever sobre comida seria sopa no mel, mamão com açúcar. Só que depois de um certo tempo dá crepe, você percebe que comeu gato por lebre e acaba ficando com uma batata quente nas mãos. Como rapadura é doce mas não é mole, nem sempre você tem idéias e pra descascar esse abacaxi só metendo a mão na massa.

E não adianta chorar as pitangas ou, simplesmente, mandar tudo às favas.

Já que é pelo estômago que se conquista o leitor, o negócio é ir comendo o mingau pelas beiradas, cozinhando em banho-maria, porque é de grão em grão que a galinha enche o papo.

Contudo é preciso tomar cuidado para não azedar, passar do ponto, encher linguiça demais. Além disso, deve-se ter consciência de que é necessário comer o pão que o diabo amassou para vender o seu peixe. Afinal não se faz uma boa omelete sem antes quebrar os ovos.

Há quem pense que escrever é como tirar doce da boca de criança e vai com muita sede ao pote. Mas como o apressado come cru, essa gente acaba falando muita abobrinha, são escritores de meia tigela, trocam alhos por bugalhos e confundem Carolina de Sá Leitão com caçarolinha de assar leitão.

Há também aqueles que são arroz de festa, com a faca e o queijo nas mãos, eles se perdem em devaneios (piram na batatinha, viajam na maionese... etc.). Achando que beleza não põe mesa, pisam no tomate, enfiam o pé na jaca, e no fim quem paga o pato é o leitor que sai com cara de quem comeu e não gostou.

O importante é não cuspir no prato em que se come, pois quem lê não é tudo farinha do mesmo saco. Diversificar é a melhor receita para engrossar o caldo e oferecer um texto de se comer com os olhos, literalmente.

Por outro lado se você tiver os olhos maiores que a barriga o negócio desanda e vira um verdadeiro angu de caroço. Aí, não adianta chorar sobre o leite derramado porque ninguém vai colocar uma azeitona na sua empadinha, não. O pepino é só seu, e o máximo que você vai ganhar é uma banana, afinal pimenta nos olhos dos outros é refresco...

A carne é fraca, eu sei. Às vezes dá vontade de largar tudo e ir plantar batatas. Mas quem não arrisca não petisca, e depois quando se junta a fome com a vontade de comer as coisas mudam da água pro vinho.

Se embananar, de vez em quando, é normal, o importante é não desistir mesmo quando o caldo entornar. Puxe a brasa pra sua sardinha, que no frigir dos ovos a conversa chega na cozinha e fica de se comer rezando. Daí, com água na boca, é só saborear, porque o que não mata engorda.

Nota:

Recebi por e-mail de Ubirajara Dias Viegas