30 de outubro de 2012

QUERO ESSE JOGADOR NO MEU TIME








                O blog do Birne, que trata especificamente de futebol, traz uma postagem que deve ser vista por todos aqueles que gostam de futebol.

                Mostra, por outro lado, como o caráter de um jogador estrangeiro é muito diferente do que o dos brasileiros.

                Um exemplo que deve ser compartilhado.

                Acesse o blog e veja o vídeo.


UNIVERSO - LINK SENSACIONAL









Imperdível o link abaixo.

Não deixe de acessar.

Você certamente irá gostar muito.


29 de outubro de 2012

A falta de ídolos no Brasil








        Os brasileiros não tem na atualidade nenhum ídolo. Mesmo no esporte, que já nos deu Pelé, Garrincha, Airton Senna, Oscar, Eder Jofre e tantos outros, a carência de ídolos é um fato inquestionável. 

        Diante dessa constatação, não podemos deixar de reverenciar aqueles que não chegam a ser um ídolo nacional, mas se destacam perante uma parcela significativa da população. Refiro-me, nesta postagem a Rogério Ceni, ídolo da torcida do São Paulo Futebol Clube, mas que não chega a ser uma unanimidade como foram outros jogadores de futebol.

        O reconhecimento de torcedores adversários deveria ocorrer pela sua dedicação ao clube e por suas atitudes extra campo. Exemplo disso foi o fato ocorrido na partida de futebol entre o São Paulo e o Sport Recife, ocorrido no último sábado.

        Vejam o que disse um jornal: 

        “Rogério Ceni teve um gesto nobre na vitória do São Paulo por 4 a 2 sobre o Sport. O ídolo tricolor atravessou o gramado para cumprimentar e consolar o goleiro rival Saulo, que cometeu uma falha incrível que resultou em gol dos paulistas. O camisa 1 são-paulino abraçou o jovem rubro-negro, deu tapinhas em seu ombro e fez um carinho em seu rosto. "Ele é jovem, um ótimo menino, pegou um pênalti na última rodada, mas falhou. Erros acontecem com todo goleiro", disse. Saulo, que defendeu um pênalti no último jogo e chorou bastante em campo, ficou agradecido”.

        O jovem jogador do Sport reconheceu a postura de Rogério afirmando: 

        "Ele veio me dar uma força, disse que isso já aconteceu com ele, é um grande cara".

        Parabéns Rogério Ceni.       

Mamão, um tesouro ao seu alcance.









  Como eu já tive "gastrite aguda" (posso provar por imagem de endoscopia), (nem um copo de água podia ingerir, que me dava azia), o próprio médico, há uns 20 anos, recomendou-me, ao invés de Tagamed e outros remédios que vinha me receitando por quase dois anos), que, de manhã, por 30 dias, me limitasse a comer um "mamão papaya", (de que já ouvira maravilhas para curar gastrites e afins). Nesse período, até as 10 horas, não deveria ser tomado nenhum líquido. Café, chás ou outras bebidas que contivessem pó, nesses 30 dias não poderiam ser tomados em hipótese alguma.  

Pois qual não foi nossa surpresa, quando ao final dos 30 dias, em nova endoscopia, meu aparelho digestivo não apresentava mais nenhum sinal de gastrite.

Transmito isso, pois sei que muitas pessoas se abstém de comer doces ou outras iguarias porque logo vem a dolorosa azia.  Desde que comecei a comer, todo dia, um "mamão papaya", de manhã, nunca mais tive qualquer sintoma de azia ou mal estar. Sem contar que naquela ocasião também sofria de hérnia hiatal, a que provoca o refluxo.


O mamão (Carica papaya), originário da América Tropical, é uma das melhores frutas do mundo, tanto pelo seu valor nutritivo, como pelo poder medicinal. Cada parte desta planta é preciosa, a começar pelo tronco ! De sua parte
interna, retira-se uma polpa que - depois de ralada e secasemelha-se ao coco ralado. 

É rica em propriedades nutritivas e aproveitada em alguns lugares no preparo de deliciosas rapaduras.

O cozimento das raízes dá um tônico para os nervos, e é também remédio para as hemorragias renais.

As folhas do mamoeiro, após secas à sombra, têm aplicação no preparo de agradável chá digestivo que pode ser dado livremente às crianças, pois não contém cafeína.

O suco leitoso extraído das folhas é o vermífugo mais enérgico que se conhece. Usa-se diluído em água. Ainda é digestivo e cura feridas. Em diversos lugares, a medicina popular o utiliza para tratar eczemas,verrugas e úlceras.


Os índios preparam a carne envolvendo-a com folhas de mamoeiro por algumas horas antes de levá-la ao fogo. Este processo amacia a carne.

Com as flores do mamoeiro macho prepara-se um maravilhoso xarope que combate a rouquidão, tosse, bronquite, gripe e indisposições gástricas causadas por resfriados.

Coloca-se um punhado de flores, com um pouco de mel em vasilha resistente ao calor, mas que não seja de alumínio. Acrescenta-se um copo de água fervendo, tapando-se bem. Depois de esfriar, toma-se às colheradas, de hora em hora.


Com o fruto verde faz-se um doce maravilhoso. Pode-se também prepará-lo ensopado ou ao molho branco. É uma iguaria!


O mamão maduro: é altamente digestivo (cada grama de papaína - fermento solúvel contido no fruto digere 200g de proteína); tem mais vitamina C que a laranja e o limão; contribui para o equilíbrio ácido-alcalino do organismo;

é diurético, emoliente, laxante e refrescante; cura prisão de ventre crônica comido em jejum, pela manhã, faz bem ao estômago é eficaz contra a diabete, asma e icterícia; bom depurativo do sangue; não pode faltar na alimentação da criança, pois favorece o seu crescimento.

Depois de comer-se o mamão, esfrega-se a parte interna da casca sobre a pele para tirar manchas, suavizar a pele áspera e eliminar rugas.


Mastigar de 10 a 15 sementes frescas elimina vermes intestinais, regenera o fígado e limpa o estômago. Comidas em quantidade, são eficazes contra câncer e tuberculose.


Faltava dizer que qualquer uso que se faça de qualquer parte desta planta, traz consigo uma ação vermífuga poderosa, o que bastaria para destacar sua importância.


Melhor que consumir frutos do supermercado (colhidos verdes e amadurecidos à força no carbureto), é colhê-los já maduros no pé, no próprio quintal pois além disso serão livres de agrotóxicos.

Num espaço bem apertado cabem vários mamoeiros. Eles gostam de terra boa, bem adubada. Por exemplo, com lixo de cozinha ou com uma "Boca da Terra". 

O consumo do mamão é recomendado pelos nutricionistas por se constituir em um alimento rico em licopeno (média de 3,39 mg em 100 gr), vitamina C e minerais importantes para o organismo. Quanto mais maduro, maior a concentração desses nutrientes.

Fonte:

Recebi por e-mail de Teodora Eva Palhao Preto.

NOTA:

SEMPRE VALE A PENA CONFIRMAR TAIS INFORMAÇÕES COM UM MÉDICO OU NUTRICIONISTA.



28 de outubro de 2012

SERÁ QUE ISSO VAI ACONTECER?



 
Crédito Imagem -  muraldoantena.com.br



Especialista histórico em se passar por vítima, o mega-consultor José Dirceu de Oliveira e Silva pretende posar de “perseguido político”. Seu objetivo é conseguir que algum país otário ou algum desinformado defensor transnacional dos direitos humanos lhe consiga um asilo político – que pode ou não ser usado. Já se especula que a Venezuela, de Hugo Chávez, aceitaria abrigar os “exiláveis” José Dirceu, José Genoíno, João Paulo Cunha e Delúbio Soares.

Dirceu já avisou que, se for mesmo para a cadeia por causa do Mensalão, vai se declarar um "prisioneiro político de um julgamento de exceção". O certo é que, a partir de segunda-feira, com o resultado do segundo turno eleitoral para ser celebrado ou lamentado, a nazipetralhada inicia uma campanha de desmoralização do Judiciário, sob a desculpa de defender o “injustamente condenado” companheiro José Dirceu de Oliveira e Silva. Atacar a Justiça é uma das etapas mais importantes para a ampliação do esquema de aparelhamento do Estado Capimunista.

Assim, os ministros do Supremo Tribunal Federal que puniram os mensaleiros serão repetidamente classificados de “analfabetos funcionais em doutrina democrática” (definição dada pelo sociólogo Wanderley Guilherme dos Santos e encampada pela companheirada). O movimento de mobilização nacional será apoiado e tocado pelos seguidores gratuitos (ou pagos) do mundo político-midiático sub-chefiado por Dirceu. O chefão, todo mundo sabe, é Lula.

O capitão do time de Lula (Dirceu) e seus fanáticos torcedores já deixam evidente a adoção desta tática oportunista e golpista para tirar proveito da vergonhosa condenação por crimes de corrupção ativa e formação de quadrilha no Mensalão (esquema que continua em vigor, em suas outras variações de negociatas contra a administração pública). A Justiça brasileira – incluindo o Ministério Público – ainda são lentos e ineficientes demais para punir a corrupção em um País onde praticamente inexiste o controle da sociedade sobre as instituições públicas.

Dirceu e seu timinho de radicalóides vão tirar proveito da providencial desacelerada no julgamento do Mensalão, cuja dosimetria das penas só será retomada dia 7 de novembro. Na semana sem julgamento, a nazipetralhada aproveitará para fazer o “justiçamento” ideológico do STF. O partido ameaça divulgar um manifesto em tom duro, com críticas ao Judiciário, e cobrando agilidade no julgamento dos réus do chamado “Mensalão Tucano” (nova obsessão da petralhada).

Se os ministros do Supremo e demais membros do Poder Judiciário não reagirem contra tamanha guerra assimétrica, estarão formadas as pré-condições para que o esquema hoje hegemônico no Executivo consiga subjugar a Justiça e os demais poderes – tal como Hitlers, Mussolinis e Stalins da vida fizeram com os judiciários.

Patrulha da Justiça

O ex-ministro de Direitos Humanos, Paulo Vanucchi, amigão e seguidor de Dirceu, vai liderar uma das frentes de patrulhamento do partido sobre o Supremo Tribunal Federal.

Vanucchi avisou que, a partir de agora, o PT vai acompanhar "com lupa" cada voto dos ministros do STF.

O recado-ameaça foi dado em reunião da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais.



Recebi por e-mail: Maria Elisa Georgetti- Campinas- SP.

Créditos:

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
 
Leia também o site Fique Alerta – www.fiquealerta.net
 
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net 

27 de outubro de 2012

Pais idosos e filhos ingratos








        
Aos ler os comentários postados por leitores na reportagem publicada com o título “Saiba como agir quando chega a hora de assumir a responsabilidade pelos pais idosos”, chego a triste conclusão de que muitos idosos não têm como comemorar o crescente aumento da expectativa de vida.

Segundo a reportagem, dados do Censo 2010 do IBGE (Instituo Brasileiro de Geografia e Estatísticas), revelam que a expectativa de vida do brasileiro aumentou 25,4 anos no período entre 1960 e 2010, passando de 48 para 73,4 anos. A projeção é de chegar a 80 anos em 2040.

Tais dados revelam que o aumento da expectativa de vida vai exigir que os filhos passem a assumir a responsabilidade de cuidar dos seus pais, pois “eles irão precisar de alguém para auxiliá-los em atividades que antes faziam sozinhos”.

Essa inversão de papéis, que deveria ser natural, considerando que os pais durante toda a vida sempre estiveram prontos a ajudar os filhos, muitas vezes não ocorre. Os filhos passam a enxergar os pais como um fardo, esquecendo-se de tudo que antes receberam deles.

A propósito vale a pena citar um trecho da reportagem que fala sobre o assunto:

“Essa inversão de papéis é delicada para todos. Se, por um lado, o filho se sente pressionado por ter de lidar com novas responsabilidades, os pais também não ficam à vontade frente sua dependência. "É duro para os pais que sempre cuidaram dos filhos e passam a receber ordens deles. Machuca muito. E há uma geração de velhos que teve uma educação diferente. É complicado quando o idoso passa a ter de usar fralda e a filha o troca, mas ela nunca tinha visto o pai nu", exemplifica Ursula Karsch, assistente social do programa de pós-graduação em Gerontologia da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo)”.

Recomendo a leitura da reportagem a todos os leitores do meu blog.

Link:




25 de outubro de 2012

SALÁRIO DO PROFESSOR- EQUIPARAÇÃO SALARIAL



FIGURA MERAMENTE ILUSTRATIVA




A 2ª Turma do TST deu provimento a recurso da Universidade do Vale dos Sinos (Unisinos) e absolveu-a da condenação a pagar diferenças salariais decorrentes da equiparação de um professor dos cursos de Engenharia e Arquitetura a uma colega do curso de Geologia. A Unisinos tem sua sede na cidade de São Leopoldo (RS).

Para o relator do recurso, ministro Ricardo de Lacerda Paiva, "apesar de os cargos de professor serem idênticos, não há como admitir identidade funcional se as disciplinas por eles ministradas forem diferentes".

O reclamante foi admitido como professor em 1978 e demitido em 2006. Ao longo do contrato, deu aulas de projetos, introdução à arquitetura e urbanismo, desenho civil, expressão gráfica e tecnologia da construção para cursos de Engenharia e Arquitetura.

Alegou, porém, que seu salário era cerca de 33% inferior ao de uma colega do curso de Geologia, apontada como paradigma.

A Unisinos, na contestação, sustentou que, "em se tratando de professores, é impossível a avaliação objetiva do valor do serviço prestado, situação que impediria a aplicação da regra do artigo 461 da CLT, que garante isonomia em caso de identidade de função ´a todo trabalho de igual valor, prestado ao mesmo empregador, na mesma localidade´".

Sentença proferida na 2ª Vara do Trabalho de São Leopoldo deferiu o pedido de equiparação. Para o juiz de primeiro grau, "o fato de a atividade dos professores ser de natureza eminentemente intelectual não impede o reconhecimento do direito à isonomia, mas apenas dificulta".

Este entendimento foi mantido pelo TRT-4, para o qual se mostra "perfeitamente possível" preservar a isonomia salarial também em caso de trabalho intelectual.

Ao recorrer ao TST, a Unisinos sustentou ser indevida a equiparação salarial, e a decisão do TRT, portanto, violaria o artigo 461 da CLT. Para o estabelecimento, é "inviável" a comparação entre trabalhadores intelectuais.

O ministro Renato de Lacerda Paiva observou, em seu voto, que o ponto central da controvérsia é a definição de "perfeição técnica" para fins de equiparação salarial entre professores que ministram aulas em diferentes matérias na mesma instituição de ensino superior.

O julgado menciona que "a valoração do trabalho intelectual é de complicada confrontação, dificultando a definição dos marcos fáticos e jurídicos necessários à qualificação da identidade de funções e do trabalho de igual valor".

O acórdão sustenta que "o trabalho dos professores envolve fatores subjetivos, como dedicação, criatividade e capacidade didática, o que impede a avaliação dos critérios específicos previstos em lei relativos à igualdade do trabalho - não obstante os cargos terem a mesma designação".

O acórdão ainda não está disponível. O advogado Cláudio Roberto de Morais Garcez defendeu a Unisinos. (RR nº 33600-09.2007.5.04.0332).

Veja a íntegra da decisão:
"Por maioria, a 2ª Turma conheceu do recurso de revista quanto ao tema equiparação salarial - professor universitário - perfeição técnica, por violação ao artigo 461 da Consolidação das Leis do Trabalho, e, no mérito, deu-lhe provimento. Foram excluídas da condenação as diferenças salariais decorrentes da equiparação salarial.

Por unanimidade, conheceu do recurso de revista quanto ao tema ´honorários de advogado´, por contrariedade à Súmula nº 219, item I, desta Corte.

E no mérito, deu provimento para, no particular, restabelecer a sentença e excluir da condenação o pagamento dos honorários de advogado. Vencido o ministro José Roberto Freire Pimenta".

Fonte:

www.espacovital.com.br