30 de janeiro de 2012

SAQUINHOS DE SUPERMERCADO - ENGANAÇÃO PURA




Somente com uma grande movimentação popular conseguiremos reaver as   sacolinhas nos supermercados. Quando quiseram realmente trocar, trocaram!  

Agora quiseram é economizar! Compartilhem, reclamem, exijam seus   direitos de volta! Tirar as sacolas de plástico é proteger o planeta, mas retirar os sacos das frutas ou o saco de lixo não é? Se antes os   saquinhos "sujavam" o ambiente, agora serão os sacos de lixo, ou seja, trocaremos seis por meia dúzia! Somos a favor de uma política de   orientação para o descarte do lixo  e não uma ação que favorece apenas os grandes supermercados   lobistas!

Estão usando a bandeira da sustentabilidade para deixarem de   gastar com esse serviço e isso é uma vergonha! Querem retirar a de plástico?   APOIAMOS!!!

Mas que isso não acarrete mais gastos ao bolso... a favor do   lucro dessas empresas.

Nota:

Como concordo com essa campanha estou repassando aos meus leitores.

Deixo a critério de cada um compartilhar ou não.

Recebi por e-mail de Maria Elisa Georgetti, Campinas,SP

SOMOS TODOS BANANAS?







 
É PRECISO FALAR ALGUMA COISA?

SOMOS, SIM, TODOS BANANAS.




CRÉDITO IMAGEM - limonadabrasileira.blogspot.com


 

Crédito:

Recebi por e-mail de Ubirajara Dias Viegas.

29 de janeiro de 2012

FOGO EM PANELA - ÓLEO - CUIDADO.



Crédito Imagem - fantochesdeluz.blogspot.com


Utilidade pública... 

FOGO NA PANELA (leia antes de ver o filme)

Luiz Cesar Homem

Sou brigadista treinado, fundador da brigada em minha companhia, time em que atuei por 5 anos. Já passei pelo exercício de apagar fogo em óleo quente e confesso que é um dos fogos mais difíceis de serem apagados. A dica do filme é a mais prática e simples, além do forte aviso de não se utilizar de água para apagar este tipo de fogo. 

Mas a principal dica é: caso você não saiba exatamente o que fazer, evacue a área de incêndio e chame a brigada ou os Bombeiros para tratarem do tema.  

Não se meta a fazer o que você não sabe, sob pena de risco de morte.     

COMO APAGAR FOGO EM ÓLEO QUENTE. 

É bom saber como agir. Caso você esqueça no fogo a panela ou frigideira com óleo, e esse pegue fogo, NÃO ENTRE EM PÂNICO. 

Siga as instruções abaixo.

Repasse aos seus amigos, ensine seus empregados, mostre aos seus filhos. 

1. DESLIGUE O FOGO 

2. MOLHE um pano, torça-o, retirando o excesso de água, para que este NÃO PINGUE. 

3. Coloque o pano sobre a panela/frigideira e espere até que esfrie (não saia mais vapor). 

4. NUNCA TENTE MOVER A PANELA ou a FRIGIDEIRA 

5. NUNCA JOGUE ÁGUA - NUNCA JOGUE ÁGUA - NUNCA JOGUE ÁGUA - NUNCA JOGUE ÁGUA, pois os respingos carregarão fogo junto e os efeitos são devastadores. 

Veja o filme! 


Não guarde essa Informação só para você.

C  O  M  P  A  R  T  I L  H  E

Nota:
Recebi por e-mail de Aristeu Franco Jr., Mogi das Cruzes,SP

Micose da unha – uma luz no fim do túnel



Crédito Imagem - medicinageriatrica.com.br



       Muito comum, a micose das unhas tem atormentado muitas pessoas. As mulheres, em especial,  se sentem constrangidas, e por essa razão deixam de usar sandálias e sapados que deixam a mostra suas unhas.
       O uso de pomadas, soluções e cremes disponíveis no mercado se mostram ineficazes em muitos casos. Se não, seus efeitos somente são sentidos após muito tempo. Outros medicamentos indicados, administrado via oral, não são bem absorvidos pelo organismo de muitos pacientes.
       Para o tratamento dessa moléstia têm sido desenvolvidas muitas pesquisas. Uma delas começa a ser revelada e promete a cura.

        E mais, uma pesquisa brasileira.
       Veja no link abaixo:

Nota:
Sobre micose das unhas leia mais em:

26 de janeiro de 2012

Ensino à Distância ou Ensino Distante?


Precisamos comentar?

Realmente estamos encaminhando para criar uma nova modalidade de ensino:

"Ensino Distante"

Lá pode, aqui não.







Recentemente li uma reportagem que fala sobre o grande número de brasileiros que estão adquirindo imóveis em Miami.

Na notícia é ressaltado que Miami é uma cidade limpa, organizada e, principalmente, segura para quem quer exibir sinais de afluência como relógios Rolex ou conversíveis sem temor do crime.

Um corretor de imóveis afirma que na cidade há uma placa de carro personalizada que diz: "Here I can" (Aqui eu posso).

Escrevo este post para sugerir que a ideia seja copiada aqui no Brasil.

Que tal instituir uma placa que diz “Here I cannot”, em várias cidades brasileiras?

BBB - mais um crônica atribuida a Veríssimo

http://www.portalct.com.br/files/all/images/Geral/luizFernandoVerissimo208x146.jpg

Luis Fernando Veríssimo, é cronista e escritor brasileiro.


O site E-farsas desmente que seja de Luiz Fernando Veríssimo o texto que fala sobre o BBB11.

A respeito de texto semelhante, referente a outra edição do BBB, Veríssimo disse:

"…Não fui eu que escrevi. Não poderia escrever nada sobre o “Big Brother Brasil”, a favor ou contra, porque sou um dos três ou quatro brasileiros que nunca o acompanharam.”

Vejam o Texto que agora circula na internet:

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A nova edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB é a pura e suprema banalização do sexo.

Impossível assistir ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros...todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterossexuais. O BBB é a realidade em busca do IBOPE.

Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB . Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossos exemplos de heróis?


Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores) , carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados.



Heróis são milhares de brasileiros que sequer tem um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo dia.
Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.


Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, Ongs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns).


Heróis são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo.


O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o “escolhido” receba um milhão e meio de reais. E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano".

Ah, tenha dó!!!


Veja o que está por de tra$$$$$$$$$ $$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros? (Poderia ser feito mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores).


Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores. Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ir ao cinema...., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , ·visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir. Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construído nossa sociedade.


Nota:


Esta crônica está sendo divulgada pela internet a milhões de e-mails. 

Se não é de Veríssimo, pouco importa.

Ele representa o que muitos brasileiros pensam do BBB.

MENTIR NUNCA DÁ CERTO.






A história do Pato  

Havia um pequeno menino que visitava seus avós em sua fazenda e foi dado a ele um estilingue para brincar no mato.

Ele praticou na floresta, mas nunca conseguia acertar o alvo.

Desanimado, ele voltava para jantar, quando viu o pato de estimação da avó e, em um impulso, acertou a cabeça do pato e matou-o.

Chocado, triste e em pânico, ele escondeu o pato morto na pilha de madeira! Sally (sua irmã) tinha visto tudo, mas ela não disse nada.

Após o almoço no dia seguinte, a avó disse: "Sally, vamos lavar a louça"

Mas Sally disse: " Vovó, Johnny me disse que queria ajudar na cozinha "

Em seguida, ela sussurrou ao ouvido do irmão: "Lembra-se do pato? '

Assim, Johnny lavou os pratos.

Mais tarde naquele dia, quando vovô perguntou se as crianças queriam ir pescar, a vovó disse "me desculpe, mas eu preciso de Sally para ajudar a fazer o jantar".

Sally apenas sorriu e disse, "eu vou porque Johnny me disse que queria ajudar no jantar".

Novamente sussurrou no ouvido do irmão: "lembra-te do pato?"

Então Sally foi pescar e Johnny ficou para ajudar.

Após vários dias de Johnny fazendo o trabalho de Sally, ele finalmente não aguentava mais.

Ele veio com a avó e confessou que tinha matado o pato.

A avó ajoelhou, deu-lhe um abraço e disse:

"Querido, eu sei... eu estava na janela e vi a coisa toda, mas porque eu te amo, eu te perdoei. Eu só estava me perguntando quanto tempo você iria deixar Sally fazer de você um escravo."

Deixe de ser escravo, diga sempre a verdade.
Nota:
História adaptada de uma mensagem que recebi por e-mail de Antonio Lira Cabral.

FILA DO BANCO - UMA GRANDE VERDADE




ASSISTA A APRESENTAÇÃO ABAIXO E FIQUE CONFORMADO.

ACONTECE COM TODO MUNDO.

VOCÊ NÃO É AZARADO:


http://mail.google.com/mail/?ui=2&ik=197a39f388&view=att&th=13519326c62d9491&attid=0.1&disp=safe&realattid=e82da6ec1d42ee01_0.3&zw

Pedágio urbano – mais uma conta para você pagar.





 
Crédito Imagem - caldeiramotors.blogspot.com



       Com objetivo de estimular o uso de transporte coletivo e diminuir os efeitos da emissão de poluentes, foi editada recentemente uma lei pela presidente Dilma que autoriza a criação de pedágios em áreas urbanas.

       A lei torna obrigatório e exclusivo o uso da receita auferida com tais pedágios em infraestrutura urbana, especialmente destinada ao transporte coletivo e ao transporte não motorizados (bicicletas, por exemplo).

       As cidades com mais de 20 mil habitantes deverão instituir um plano de mobilidade urbana no prazo de 3 anos, até 2015. Caso não façam isso, poderão ter suspensos os recursos do setor que recebem do governo federal.

       A autorização para que as prefeituras instituam pedágios urbanos tem como objetivo reduzir os problemas de trânsito nas cidades, ocasionados especialmente por automóveis.

       Apesar de elevar ainda mais a nossa contribuição para que o Estado nos ofereça um mínimo de qualidade de vida, espero que os pedágios urbanos venham surtir os mesmos resultados daqueles instalados nas rodovias.

       Hoje não tenho dúvida em afirmar que as estradas pedagiadas nos oferecem maior segurança e conforto, valendo a pena pagar por isso.

Nota:
E você leitor(a), concorda comigo?

Demissões na Anhanguera: Carta aberta ao Ministro da Educação Fernando Haddad




 

Carta aberta ao Ministro da Educação Fernando Haddad
Exmo. Sr.
Ministro da Educação
Dr. Fernando Haddad

Os Professores demitidos pelo conglomerado Anhanguera Educacional Participações S/A em todo país alertam o sr. para a truculência dedicada aos mestres e doutores com a demissão em massa e o aviltamento de salários como práticas recorrentes da referida instituição.
Professores qualificam-se com titulação de mestres e doutores e são penalizados exatamente porque estudam.
Esse é o exemplo que o Brasil dará aos estudantes?
Que o empenho nos estudos é para ser descartado e apenas aqueles que não procuram aprofundar-se em sua carreira profissional serão premiados?
Será que faremos a exaltação do demérito e não do mérito?
Os empresários do ensino universitário privado imaginam que vivemos no Brasil colonial, em que as elites transitavam impunemente com seus desmandos pelos palácios e eram recebidas em audiência pelo governante de plantão com bajulação ilimitada.
Todavia, o Brasil republicano exige do sr. providências no sentido de impedir a concentração em cartéis e monopólios da educação, pois a educação é direito da cidadania e jamais pode ser transformada em mercadoria, como fazem os barões do ensino.
Exortamos ações efetivas do MEC no sentido de enquadrar o patronato do ensino na legislação, bem como adverti-los sobre suas responsabilidades sociais.
A ganância pode até ser interessante para os negócios.
Mas seu caráter predatório é péssimo para nosso país.
Por exemplo, o ensino a distância transformou-se em fonte bilionária para os donos de escolas, quando deveria ter caráter complementar e, principalmente, ser levado a regiões remotas do país.
Nos centros urbanos, a adoção desse recurso tecnológico tem servido apenas para a demissão em massa de professores e para a conversão das horas/aula presenciais em ensino longínquo, verdadeiro engodo para incautos.
As empresas do ramo zombam da população com suas propagandas enganosas sobre a necessidade imprescindível de incrementar a formação a partir dessa modalidade.
Cursos de formação de professores, de profissionais na área de prestação de serviços, de construção e saúde, tecnológica etc. — fundamentais para nossa sociedade — não podem ser objeto de precariedades resultantes da falta de interação professor-aluno. Afinal, o pedagogo precisa saber ensinar, o médico diagnosticar e curar, entre outras competências e habilidades obrigatórias fornecidas pelo ensino presencial de qualidade.
Ademais, é estranho que o MEC continue a subsidiar com recursos públicos verdadeiras arapucas, mormente aquelas que são reiteradamente reprovadas pelos próprios instrumentos de fiscalização desse Ministério de Educação e Cultura.
A UniABC-Anhanguera chega ao desplante de elaborar a seguinte confissão em seus folhetos publicitários:
Na expectativa do cumprimento de suas atribuições como Ministro de um governo que luta pela inclusão, aguardamos ativamente por suas deliberações a respeito do demandado pela sociedade e dos anseios dos educadores, que merecem ser respeitados e jamais podem ser espezinhados, sob quaisquer pretextos.

Coletivo dos Professores demitidos

Cidadania ativa: mobilização constante garante direitos!

Fonte:

VAMOS SALVAR O PLANETA - UMA GRANDE PIADA!!!










NÃO PRECISO ADICIONAR QUALQUER COMENTÁRIO

AS IMAGENS E OS TEXTOS FALAM POR SI SÓ

ACORDA BRASIL!!!

Hoje os cegos pode ler graças a Louis Braille







Todos nós sabemos que Louis Braille foi o criador do sistema de leitura para cegos que recebeu seu nome, braille.

Poucos, acredito, conhecem a história desse gênio.

Vejam quem foi Louis Braille na apresentação cujo endereço é o seguinte:

http://mail.google.com/mail/?ui=2&ik=197a39f388&view=att&th=1350ee0a7f14795f&attid=0.2&disp=safe&realattid=f_gxrhei6k0&zw

Você paga imposto e não tem retorno!



Crédito Imagem - leituradebolso.blogspot.com




A população brasileira é a que vê menos retorno dos impostos que paga ao governo. É o que mostra um levantamento feito pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário) com os 30 países que têm as maiores cargas tributárias do mundo. 

Segundo o estudo, a carga tributária brasileira é de 35,13%. Isso significa que os impostos pagos pela população ao governo federal, Estados e municípios correspondem a 35,13% de toda a riqueza gerada no país (PIB). 

Segundo notícia publicada hoje no Uol Notícias Economia, o Brasil aparece no último lugar do ranking pelo segundo ano consecutivo . O país está atrás de outros países da América do Sul. O Uruguai, por exemplo, aparece na 13º posição do ranking, com carga tributária de 27,18% e IDH de 0,783. 

A Argentina está no 16º lugar. A carga tributária no país vizinho é de 29% e o IDH, de 0,797. Austrália, Estados Unidos, Coreia do Sul e Japão são os países que melhor fazem aplicação dos tributos arrecadados, segundo o levantamento do IBPT. 

Alguns países da Europa também aparecem mal posicionados no ranking. É o caso, por exemplo, de França (26º lugar) e Bélgica (28º). A Itália é o segundo mais com pior colocação (29º), à frente apenas do Brasil.

Leia mais em:
http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2012/01/24/populacao-brasileira-e-a-que-tem-menos-retorno-dos-impostos-que-paga-mostra-estudo.jhtm

Minimamente Feliz



Crédito Imagem - mundo-das-poesias.blogspot.com



A felicidade é a soma das pequenas felicidades. Li essa frase num outdoor em Paris e soube, naquele momento, que meu conceito de felicidade tinha acabado de mudar. Eu já suspeitava que a felicidade com letras maiúsculas não existia, mas dava a ela o benefício da dúvida.

Afinal, desde que nos entendemos por gente aprendemos a sonhar com essa felicidade no superlativo. Mas ali, vendo aquele outdoor estrategicamente colocado no meio do meu caminho (que de certa forma coincidia com o meio da minha trajetória de vida), tive certeza de que a felicidade, ao contrário do que nos ensinaram os contos de fadas e os filmes de Hollywood, não é um estado mágico e duradouro.

Na vida real, o que existe é uma felicidade homeopática, distribuída em conta-gotas. Um pôr-de-sol aqui, um beijo ali, uma xícara de café recém-coado, um livro que a gente não consegue fechar, um homem que nos faz sonhar, uma amiga que nos faz rir. São situações e momentos que vamos empilhando com o cuidado e a delicadeza que merecem alegrias de pequeno e médio porte e até grandes (ainda que fugazes) alegrias.

'Eu contabilizo tudo de bom que me aparece', sou adepta da felicidade homeopática. 'Se o zíper daquele vestido que eu adoro volta a fechar (ufa!) ou se pego um congestionamento muito menor do que eu esperava, tenho consciência de que são momentos de felicidade e vivo cada segundo.

Alguns crescem esperando a felicidade com maiúsculas e na primeira pessoa do plural: 'Eu me imaginava sempre com um homem lindo do lado, dizendo que me amava e me levando pra lugares mágicos Agora, se descobre que dá pra ser feliz no singular:

'Quando estou na estrada dirigindo e ouvindo as músicas que eu amo, é um momento de pura felicidade. Olho a paisagem, canto, sinto um bem-estar indescritível'.

Uma empresária que conheci recentemente me contou que estava falando e rindo sozinha quando o marido chegou em casa. Assustado, ele perguntou com quem ela estava conversando: 'Comigo mesma', respondeu. 'Adoro conversar com pessoas inteligentes'.

Criada para viver grandes momentos, grandes amores e aquela felicidade dos filmes, a empresária trocou os roteiros fantasiosos por prazeres mais simples e aprendeu duas lições básicas: que podemos viver momentos ótimos mesmo não estando acompanhadas e que não tem sentido esperar até que um fato mágico nos faça felizes.

Esperar para ser feliz, aliás, é um esporte que abandonei há tempos. E faz parte da minha 'dieta de felicidade' o uso moderadíssimo da palavra 'quando'.

Aquela história de 'quando eu ganhar na Mega Sena', 'quando eu me casar', 'quando tiver filhos', 'quando meus filhos crescerem', 'quando eu tiver um emprego fabuloso' ou 'quando encontrar um homem que me mereça', tudo isso serve apenas para nos distrair e nos fazer esquecer da felicidade de hoje. Esperar o príncipe encantado, por exemplo, tem coisa mais sem sentido? Mesmo porque quase sempre os súditos são mais interessantes do que os príncipes; ou você acha que a Camilla Parker-Bowles está mais bem servida do que a Victoria Beckham?

Como tantos já disseram tantas vezes, aproveitem o momento, amigos. E quem for ruim de contas recorra à calculadora para ir somando as pequenas felicidades.

Podem até dizer que nos falta ambição, que essa soma de pequenas alegrias é uma operação matemática muito modesta para os nossos tempos. Que digam.

Melhor ser minimamente feliz várias vezes por dia do que viver eternamente em compasso de espera.

Fonte:

Texto de Leila Ferreira, jornalista.
Recebi por e-mail do meu amigo e leitor Sergio Servantes, Presiente Prudente,SP.

Quem de fato manda no Brasil?






Crédito Imagem - oglobo.globo.com



As conversas telefônicas no primeiro escalão de Dilma Rousseff já estão mais seguras e protegidas de escutas indevidas e ilegais. O Governo adquiriu 395 celulares Nokia de última geração, com criptografia para proteger o conteúdo falado. Cada aparelinho, importado da Finlândia, custa em torno de R$ 12 mil reais.

Dos 100 aparelhos que ficaram com o Palácio do Planalto, curiosamente, três foram dados aos mais ilustres membros do “governo paralelo”: o ex-Presidente Lula da Silva, e os super-consultores José Dirceu e Antônio Palocci Filho. É apenas um sinal (telefônico) de que continuam mandando muito nos destinos do País. Livres das escutas, poderão trabalhar com mais desenvoltura.

A distribuição dos sofisticados celulares já gerou ciumeira. Alguns senadores mais influentes da base governista já receberam os seus mimos anti-grampo, juntamente com os ministros ainda prestigiados por Dilma Rousseff. Não se sabe por que motivo o vice presidente Michel Temer ainda não recebeu o dele. Outro que ficou de fora da primeira fornada foi o Presidente do Senado. José Sarney, que também deseja um aparelho criptografado para “as emergências”, ficou magoado com a exclusão.

O sofisticado sistema de segurança tem operação simples. Basta digitar a tecla + e o código de área da ligação para o telefone ficar imune contra as arapongagens. A partir de agora, os aparelhos via satélite, de operação muito mais cara, ficarão de reserva. A Presidenta e seus “assessores privilegiados” só vão usá-los para contatos em lugares remotos, onde não houver sinal de telefonia móvel. Parabéns ao governo pela economia de recursos públicos!

Outros 600 equipamentos idênticos devem ser enviados ao governo brasileiro pela Nokia. Os telefones foram testados e aprovados pela Polícia Federal e pela Agência Brasileira de Inteligência. Os 11 ministros do Supremo Tribunal Federal também têm interesse neste celular que é usado pelos grandes líderes mundiais.

Fonte:

Publicado em

FUMAR EM SALÕES ALUGADOS PODE SER AUTORIZADO






        O Poder Judiciário tem autorizado o fumo em salões alugados para festas, considerando que se trata de uma extensão da casa dos locatários e que o evento, apesar de ser realizado em ambiente fechado, não é um evento de livre acesso, diferentemente de bares, restaurantes e outros estabelecimentos públicos e comerciais.

        Segundo notícias publicadas na Folha, tais pedidos têm sido deferido pelos juízes, valendo a sentença apenas para o evento organizado pelos autores da ação. Desta forma, os locadores de tais estabelecimentos ficam livres de receber autuação dos órgãos de fiscalização.

        Para evitar que tais sentenças, concedidas liminarmente, sejam objeto de recursos, os advogados acionam o Judiciário nas vésperas do evento, impedindo sua revogação pelos Tribunais.

        Resta saber se os convidados – não fumantes – vão aceitar a ideia.

25 de janeiro de 2012

SÃO PAULO 458 ANOS, quanta saudade...






PARABÉNS SÃO PAULO


458 ANOS



Ao acordar hoje, sabendo que São Paulo completa mais um aniversário, 458 anos, imediatamente me veio a lembrança a figura inesquecível do meu Pai.


Foi num 25 de janeiro, há exatamente 58 anos, que ele, logo cedo, me levou para São Paulo para existir as comemorações do IVº Centenário.


Um dia inesquecível. De tudo o que mais me empolgou foi a chuva de prata arremessada por aviões da quadrilha da fumaça.


Até pouco tempo tinha comigo uma das folhinhas de papel alumínio (chuva de prata).

Ela se foi, mas nunca esquecerei daquele dia especial.




CUIDADO AO USAR INTERNET EM LUGARES PÚBLICOS







OLHE BEM PARA ESTE APARELHO:

Esse aparelhinho chama-se KEYLOGGER HARDWARE e faz isso mesmo!
GRAVA TUDO!

Se você for a um cibercafé ou lanhouse ou usar o computador em hotéis, veja bem se encontra este aparelho instalado na traseira da máquina. Esse novo dispositivo é ligado no final do cabo do teclado do PC.

Este dispositivo guarda todas as suas senhas inseridas com as teclas quando utiliza o equipamento.

Pode ser usado em:

cibercafés, exposições, hotéis e aeroportos, especialmente onde se utiliza Internet para entrar em contas bancárias

Este dispositivo armazena tudo o que for teclado.

Assim, examine o PC que você utilizar em sítios ou lugares públicos, e procure qualquer peça suspeita instalada por detrás dele, antes de utilizá-lo.

SEM ALARIDOS,

ANTES DE QUALQUER RECLAMAÇÃO,CHAME DE IMEDIATO AS AUTORIDADES, pois a peça é facilmente removida. 

Compartilhe com os seus contactos para avisá-los desta fraude.
Fonte:
Recebi por e-mail de Lethícia Andreucci Miragaia Ribeiro, Mogi das Cruzes, São Paulo.

CUIDADO COM O E-MAIL – “MULHER TEM ARANHA SOB PELE”




E-mail mostra mulher que vive com aranha sob a pele!

E-mail mostra mulher que vive com aranha sob a pele




O e-mail promete vídeo de uma mulher que possui uma aranha vivendo sob a sua pele. Será que essa história é real?

Veja o que o site E-farsas descobriu.

Ao clicar no link, o usuário é direcionado para uma página semelhante a do Facebook pedindo para que seja instalado um plugin para se assistir ao vídeo.

Ao clicar em “permitir”, um script instala um plugin maldoso em seu navegador.
Mais uma mentira.

Leia a respeito e formas de se safar se algo for instalado no seu navegador:

Mais uma mentira na Internet





   

Circula pela internet um e-mail alertando para que ninguém consuma o refrigerante Fanta.

Vejam:
http://mail.google.com/mail/?ui=2&ik=197a39f388&vi ew=att&th=135106ce7a0cff74&attid=0.1&disp=safe&zw

A Coca Cola já desmentiu. Leia nota abaixo:

Esclarecimento da Coca Cola:

Os boatos sobre prejuízos à saúde causados pela ingestão de Fanta Uva, divulgados na Internet, são mentirosos e irresponsáveis. Nunca houve qualquer relação entre o consumo de Fanta Uva, ou qualquer outro produto da Coca-Cola, com os problemas de saúde citados na mensagem que circula na Internet. Como já é do conhecimento de todos, os nossos produtos atendem aos mais rígidos controles de qualidade e às determinações legais das autoridades brasileiras.

É importante esclarecer ainda que as substâncias fenofinol ameido e voliteral, indicadas como as causadoras de suposta intoxicação, sequer existem e não são encontradas no mais completo livro técnico de referência para substâncias químicas, o Merck Index. Novamente, trata-se de uma atitude inconseqüente e criminosa de terceiros.

A Sociedade Brasileira de Cardiologia, que aparece como responsável pela mensagem eletrônica, também vem repudiando com veemência o uso indevido de seu nome e prestígio.

No passado, mensagens semelhantes a esta sobre o Guaraná Kuat foram plantadas na Internet e a Coca-Cola deixou disponível neste site todos os laudos e pronunciamentos das autoridades, que confirmaram tratar-se de uma farsa.

Assim sendo, e em razão da dificuldades reais que existem em se debelar calúnias veiculadas na Internet, a Coca-Cola Brasil esclarece que vem adotando todas as medidas necessárias para punir os responsáveis.

Confira ainda os sites que desvendam mentiras e falsas que circulam na internet:



24 de janeiro de 2012

SER AMIGO DOS ALUNOS NAS REDES SOCIAIS



 




As redes sociais abriram um novo front para a relação entre alunos e professores. No caso específico da escola, mestres e estudantes podem se relacionar no Facebook e no Twitter? Os docentes têm liberdade de decidir como vão se comportar. Há quem prefira nem entrar nas redes para evitar qualquer contato. Outros interagem bastante por meio da internet.

O professor de história Ulisses Martins, do curso preparatório do Colégio Nacional, tem diversos alunos como “amigos” no Facebook e se conectam diariamente com eles. Ele crê que se trata de uma ferramenta importante até para eventuais problemas extra-classe.

— Ajuda bastante porque você se aproxima do aluno, não é apenas aquele cara que fica lá na frente falando um bando de coisas. Eles mesmos às vezes passam por um momento difícil em casa e vêm pedir ajuda, conselhos. Nas redes, eles ficam mais à vontade. Se percebo que determinado aluno não está muito bem na aula, eu o chamo no Facebook, pergunto o que aconteceu — diz Ulisses, que também enxerga problemas na relação. — É preciso tomar cuidado, porque na rede social você continua sendo professor e, mesmo que não queira, é um modelo para os alunos.

Já o professor de sociologia Gustavo Bentoche, do colégio Palas, não tem perfil em redes sociais. No passado, ele chegou a ter Orkut, mas percebeu que não conseguiria dar conta de responder a todos que falavam com ele.

— Conheço vários professores que participam, mas comigo não funciona. Meu tempo livre, que é pouco, eu passo $, lendo e com a família. Não tenho tempo para administrar um perfil. No Orkut, acontecia de as pessoas entrarem em contato, e eu as deixava sem resposta — argumenta.

A professora da Uerj Eloiza Gomes de Oliveira, pesquisadora das redes sociais na Educação, acredita que essa é uma relação problemática e que é preciso cuidado.

— A relação entre professor e aluno não é simétrica. Ela deve ser afetuosa, democrática, mas não é simétrica. Eticamente, é muito difícil. O docente vai precisar tomar uma série de cuidados. Particularmente, não me agrada — afirma Eloiza.

O professor de ciências da Escola Parque, Igor França, é um dos mais ativos na EP2. Mas, no Facebook, criou dois perfis: um para ser adicionado pelos alunos e outro para a sua vida pessoal. Na sua opinião, alguns comentários ou postagens podem ser mal interpretados pelos alunos.

— A EP2 é uma oportunidade de compartilhar o que produzimos em sala, e eu uso. Já o Facebook não é o mesmo espaço da escola. Às vezes, um amigo meu pode fazer uma brincadeira no meu mural que os estudantes podem compreender de forma errada — justifica.

Nota:

E você leitor(a), é amigo dos seus alunos nas redes sociais?



Fonte:

Jornal Extra - RJ

Notícia disponibilizada no Portal
www.cmconsultoria.com.br 

REAJUSTE SALARIAL DOS PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS EM 2012



Crédito Imagem - direitostrabalhistasdocomerciario.blogspot.com
Meramente ilustrativa





         O reajuste salarial dos professores que ministram aulas no ensino superior privado no Estado de São Paulo já foi definido quando da assinatura da convenção válida para 2011.

         Veja o que diz a cláusula 4ª da citada convenção e que estabelece o reajuste para 2012:

            Reajuste salarial em 2012

         Em 1º de março de 2012, as MANTENEDORAS deverão     aplicar sobre os salários devidos em 1º de março de 2011, o percentual definido pela média aritmética dos índices inflacionários do período compreendido entre 1º de março de 2011 e 29 de fevereiro de 2012, apurados pelo IBGE (INPC), FIPE (IPC) e DIEESE (ICV), até o     limite de 6,5% (seis e meio por cento).



         Parágrafo primeiro – Caso o limite de 6,5% (seis e meio         por cento) seja ultrapassado, as entidades signatárias     negociarão, no prazo de 90 (noventa) dias a contar de 1º de abril de 2012, o pagamento da diferença entre a média aritmética dos índices inflacionários e 6,5%,  sendo certo que, para base de cálculo de março de 2013, será considerada a média aritmética dos índices      inflacionários, sem o limite estabelecido no caput.



         Parágrafo segundo – AUMENTO REAL – Em 1º de agosto           de 2012, as MANTENEDORAS deverão adicionar 1,6%  (um vírgula seis por cento) aos salários devidos em 1º de  março de 2012, a título de aumento real.



         Parágrafo terceiro – A base de cálculo para a data-base de 1º de março de 2013 será constituída pelos salários   devidos em 1º de março de 2011, reajustados em 2012 pela média aritmética dos índices inflacionários do período compreendido entre 1º de março de 2011 e 28    de fevereiro de 2012, apurados pelo IBGE (INPC), FIPE   (IPC) e DIEESE (ICV), acrescido de 1,6% (um vírgula     seis por cento).



         Parágrafo quarto – O SEMESP, o SINDICATO e a FEPESP          comprometem-se a divulgar, em comunicado conjunto,    até 20 de março de 2012, os percentuais de reajuste salarial para o ano de 2012 e a base de cálculo para a   data-base de 1º de março de 2013.



Portanto, logo no dia 20 de março deste ano, os professores já saberão o valor do reajuste para 2012.

Fonte: