20 de outubro de 2012

NOVO GOLPE NA PRAÇA - CUIDADO









URGENTÍSSIMO...

QUEM NÃO TEM TV POR ASSINATURA , POR FAVOR, REPASSE ASSIM MESMO,

POIS  PODERÁ AJUDAR A ABRIR OS OLHOS DE ALGUÉM

ASSALTO PROGRAMADO
TV ASSINATURA e MSN


A criatividade dos  marginais chega às alturas.
Agora, principalmente em SP e RJ, PARANA(Curitiba e RMC) estão enviando pelo
correio, uma carta com papel timbrado da NET, TVA, SKY, Directv ou outro
qualquer canal de TV por assinatura.

Na carta, que por sinal é muito
bem elaborada , onde diz que estão modernizando a sua tecnologia e que será necessária a substituição de equipamento dentro da casa do assinante. Eles colocam um número de
telefone (de um comparsa) para o agendamento.

Se a pessoa (assinante) não conhece o golpe e não telefona para o
verdadeiro número da Operadora de TV, para confirmar se isto procede
mesmo, os marginais praticam o assalto em sua residência com hora
marcada e com você abrindo a porta e servindo um cafezinho.

Viram onde chegou a ousadia dos bandidos?
As próprias vítimas marcam o dia em que sua residência vai ser assaltada!!!!!
Por favor, repassem aos seus amigos, tenham eles NET,  TVA, SKY, Directv ou
qualquer outro canal de TV por assinatura, para que eles passem adiante
esta mensagem também. E se receberem a tal carta, que confirmem com o
telefone que consta na sua fatura mensal*, nunca com o número de
telefone da carta recebida

SOBRE O MSN- MUITO GRAVE!


Cuidado com este detalhe. É muito importante!
VC TEM MSN? ENTÃO.. ATENÇÃO!!!! LEIA E REPASSE COM URGÊNCIA A TODOS AMIGOS.
Se você receber e-mail pedindo pra atualizar o MSN para a versão 8.0 , não clique, pois é um vírus.

E também, se alguém chamado
felipegadeia@hotmail.com quiser te adicionar no MSN, NÃO aceite. É um vírus que apaga em 3 minutos todo o HD.

Conte a todos que você tem no seu MSN porque, se alguém na tua lista adiciona, você também pega o vírus.


Recebi por e-mail e resolvi postar no meu blog.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos seu comentário. Críticas serão sempre aceitas, desde que observado os padrões da ética e o correto uso da nossa língua portuguesa.