28 de novembro de 2011

Horas extras e trabalho nas férias por conta das novas tecnologias


Crédito Imagem - lizbittar.com.br


Notícia divulgada hoje na Folha.com informa que muitos trabalhadores brasileiros, por conta das novas tecnologias, estão sendo requisitados pelos seus empregadores fora do horário de trabalho e nas férias.
Some-se a isso, que a jornada normal de trabalho foi aumentada. Raro é o executivo que trabalha hoje menos que 10 horas diárias na empresa ou a serviço dela, sem contar, neste caso, com os contatos virtuais via celular ou e-mail.
Segundo a notícia mais da metade dos executivos consultados diz que “o teto da carga horária no escritório saltou de oito para dez horas diárias, e quase 80% são acionados nos momentos de lazer e descanso via mensagens no celular”. Da mesma forma, informa a pesquisa que “nem as férias escapam: mais de 50% dos funcionários de empresas que atuam no país respondem a e-mails de trabalho nesse período, segundo pesquisa feita pela Asap, consultoria de recrutamento de executivos, a pedido da Folha.
Leia mais na Folha desta segunda-feira, 28 de novembro.
Nota:
Já há decisões de nossos Tribunais que estão concedendo o direito de tais trabalhadores receberem pagamento pelas horas extras trabalhadas em decorrência de terem sido acionados por e-mail ou telefone e, por essa razão, ter prestado qualquer serviço à empresa.
Leia a respeito em nosso post - Horas extras - trabalho a distância:

http://blfranco.blogspot.com/2011/11/horas-extras-trabalho-distancia.html

Um comentário:

  1. Este blog é uma representação exata de competências. Eu gosto da sua recomendação. Um grande conceito que reflete os pensamentos do escritor. Consultoria RH

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário. Críticas serão sempre aceitas, desde que observado os padrões da ética e o correto uso da nossa língua portuguesa.

Já chegamos ao fundo do poço?

        A crise moral, política e financeira que se abateu sobre o nosso país não nos dá a certeza de que já chegamos ao fundo do poço....