21 de março de 2012

A economia brasileira vai muito bem: mito ou verdade?



Crédito imagem ceviu.com.br





         Pode parecer um atrevimento deste bloguista adentrar em assunto que não domina. Todavia, nossa intenção é apenas revelar dados que foram noticiados recentemente e que nos deixam intrigados.

         O bom momento vivido pela economia é festejado por muitos, especialmente por fontes ligadas ao governo. Dizem em alto e bom som que não estamos sendo afetados pela crise internacional e que somos um exemplo de país.

         Mas o nosso momento econômico é realmente bom?

         Uma leitura do site Brasil247 – Economia - constatamos que o crescimento da economia dos nossos visinhos foram superiores ao alcançado pelo Brasil. Vejam os números: Equador: 9%. Argentina: 8,8%. Peru: 6,9%. Chile: 6,0%. Colômbia: 5,8%. Uruguai: 5,5%. Guiana: 4,8%. Bolívia: 4,5%. Venezuela: 4,2%. Paraguai: 4,0%. México: 3,9%. Suriname: 3,0%.

         O Brasil, segundo o mesmo site, cresceu apenas 2,7% em 2011 e apresentou o pior resultado, em termos de crescimento do PIB, em toda a América do Sul. Na América Latina, perdeu, inclusive, do México, que sofre um contágio maior da crise nos Estados Unidos. Um desempenho tão ruim não ocorria desde 2006 e o levantamento é o destaque principal da edição da Folha de S. Paulo deste domingo (que, em São Paulo, começa a circular no fim da tarde de sábado).

         E você acha que realmente podemos comemorar alguma coisa?

Lei mais em:





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos seu comentário. Críticas serão sempre aceitas, desde que observado os padrões da ética e o correto uso da nossa língua portuguesa.