28 de dezembro de 2013

Que país é o nosso?






                A notícia que acabo de ouvir deve deixar todos os brasileiros corados de vergonha. Um pedreiro, ganhador de mais de 7 milhões na Mega-sena, diz que “dinheiro não traz felicidade e que ele pretende doar todo o montante a uma instituição de caridade”, após ter sido vítima de um sequestro.

                Homem simples, que não mudou de hábito após faturar a bolada, pois continua a morar na mesma casa (de um tio), a andar de moto velha que já possuía, e que continua trabalhando como pedreiro -, ele foi mais uma vítima da alta taxa de criminalidade que assola nosso país.

                Alegando que o dinheiro recebido só lhe causou aborrecimentos, brigou com o irmão em disputa pelo bilhete premiado (o caso foi parar no Judiciário) e agora foi sequestrado, o pedreiro pretende voltar para sua terra natal, Bahia, em lugar que não revela de medo.

                Por essa razão que sempre falo: se um dia eu for o contemplado de uma bolada na Mega-Sena, certamente pegarei o primeiro voo para o exterior e só volto, se voltar, de férias.

Um comentário:

Agradecemos seu comentário. Críticas serão sempre aceitas, desde que observado os padrões da ética e o correto uso da nossa língua portuguesa.