21 de agosto de 2015

Dilma renuncia e Lula volta em 2018


Resultado de imagem para imagem Brasil




                Tenho para mim que o PT dá um banho nos demais partidos políticos em termos de estratégias para vencer eleições e se manter no poder. Apesar da grave crise política e econômica que o próprio PT foi o principal artífice, a oposição não tem força ou não quer o impeachment da presidente petista. Segundo um dos líderes do PSDB é preferível que ela “sangre” no poder.

                O jogo político vai de desenrolando sem uma definição clara.

                Ao que tudo indica Dilma continuará até 2018. Os petistas, especialmente Lula, também desejam que ela “sangre” no poder. Isso, segundo o jornalista Reinaldo Azevedo, facilitaria o seu retorno em 2018.

                E não duvido que, se Dilma sangrar muito, os próprios petistas irão pedir que ela renuncie, para abrir caminho da volta, em 2018, do Lula.

                As manifestações que já aconteceram, apesar de significativas, não incomodam os petistas. Por outro lado, não parece que a voz das ruas tenham qualquer significado para que os opositores a utilizem para derrubar o PT.

                Diante de tudo isso, só nos resta esperar 2018, pois nada mudará até lá.

                Muitos apostam que o PT, mesmo com Lula candidato, não vencerá as eleições de 2018.           Eu tenho minhas dúvidas, pois não posso deixar de reconhecer que o PT sempre mostrou competência quando era oposição e, agora, competência ainda maior para driblar a inoperante oposição ao seu governo.

                Pobre de nós brasileiros.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos seu comentário. Críticas serão sempre aceitas, desde que observado os padrões da ética e o correto uso da nossa língua portuguesa.